19:12 16 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Sede do Fundo Monetário Internacional (FMI)

    EUA mais uma vez perdem status de 'maior economia' para a China

    © flickr.com/ International Monetary Fund
    Economia
    URL curta
    25605
    Nos siga no

    Em paridade de poder de compra (PPC), o Produto Interno Bruto (PIB) da China vai ultrapassar o dos EUA em cerca de US $2,7 trilhões neste ano.

    Os números provêm de uma recente estimativa do Fundo Monetário Internacional (FMI) e ferem o status dos EUA de maior superpotência econômica do mundo. Os economistas preveem que o PIB norte-americano seja de US $18,5 trilhões; já o PIB da China será de US $21,2 trilhões, segundo dados do FMI

    A comunidade internacional reconhece cada vez mais a influência econômica de Pequim, evidenciada pela moeda chinesa, o yuan, que se tornou uma das moedas de reserva globais do FMI, além do dólar, euro, iene e a libra esterlina. 

    Para que os EUA aumentem sua produção econômica, "uma coisa óbvia apoiada por muitos macroeconomistas, seria a realização de um maior gasto em capital público (pontes, estradas, aeroportos, etc.), incentivando assim, a aplicação de capital privado". Essa política aumentaria o investimento privado, "o que poderia impulsionar o crescimento econômico em longo prazo", disse Sandeep Mazumder, macroeconomista da Universidade Wake Forest norte-americana, à Sputnik Internacional.

    O sucesso financeiro da China chamou a atenção do presidente eleito Donald Trump, que, durante sua campanha eleitoral, referiu-se a China como manipulador de moeda e ladra de empregos dos EUA. Já que uma das promessas de Trump prevê "tornar a América rica novamente", tudo indica que as negociações comerciais com a China terão lugar exclusivo na agenda da administração de Trump.

    Mais:

    China aposta alto em relações com a América Latina
    Bilionário americano diz que dólar será desafiado no futuro
    Tags:
    economia, PIB, FMI, EUA, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar