02:31 20 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Belas paisagens da Nova Zelândia

    Bilionários fogem de todos os cantos de mundo para novo paraíso fiscal

    CC BY 2.0 / Kay Adams / New Zealand at it's Best!
    Economia
    URL curta
    8126

    A atual situação política e econômica é uma das razões pelas quais muitas pessoas buscam paraísos para escapar onde algumas pessoas mais ricas já têm lugares reservados.

    A Nova Zelândia, um dos destinos mais atraentes, no final de outubro, superou Singapura como o melhor país do mundo para fazer negócios, enquanto em setembro, foi classificado como o segundo melhor lugar de residência para os expatriados.

    Cumprindo a exigência "única", investir algo mais de $ 7 milhões, os estrangeiros podem obter uma residência no país do "Senhor dos Anéis". Você nem sequer precisa de falar Inglês, a língua oficial.

    Assim, milionários como o magnata do aço russo Aleksandr Abramov ou o diretor de Hollywood James Cameron já escolheram a ilha. Também o empresário Jack Ma, o homem mais rico da China e fundador do Alibaba Group, empresa baseada em e-commerce, expressou seu desejo de comprar uma casa no país, segundo o jornal New Zealand Herald.

    "Se o mundo está correndo para o inferno, eles estão no melhor lugar possível", diz David Cooper,  diretor da maior agência de imigração da Nova Zelândia, um país em que as pessoas se sentem "seguras".

    Os números comprovam essa tendência. No dia após as eleições norte-americanas, o site da Imigração da Nova Zelândia recebeu 24 vezes mais visitas provenientes dos Estados Unidos que a sua média diária, de acordo com o jornal britânico The Guardian. Após o referendo sobre a Brexit houve um fenômeno similar.

    No final de outubro, Kim Dotcom, fundador de megaupload.com, anunciou que "o mundo está entrando em uma grande crise" por isso mudei para a Nova Zelândia, "um lugar fora de todas as listas de alvos nucleares".

    Mais:

    Unctad: Brasil é o quinto país com mais recursos em paraísos fiscais
    Efeito Trump: Real sofre maior queda em relação ao dólar em 8 anos
    FMI suspende censura à Argentina
    Tags:
    paraíso fiscal, Nova Zelândia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar