09:57 15 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    302
    Nos siga no

    Na comparação com o mesmo período de 2015, as exportações brasileiras do tipo robusta caíram 9,8%. Redução na produção foi motivada por mudanças climáticas e fez preço do produto subir em todo o mundo.

    O café tipo robusta registrou em outubro, o seu mais patamar mais alto de preços em 21 meses, cotado a US$142,68 a libra-peso. As informações constam no Relatório Mensal de Outubro sobre o mercado cafeeiro divulgado nesta quinta (10) pela Organização Internacional do Café (OIC).

    "Em outubro, a alta dos preços do café foi significativa, pois as preocupações com a oferta dos robustas não se desfizeram", traz o documento, apresentando a preocupação da OIC com a escassez do produto a nível mundial.

    A especulação sobre o tamanho da próxima safra brasileira de 2017/18, um ano de baixa no ciclo produtivo do País, também contribuiu para puxar os preços para cima.

    O Brasil é considerado o maior exportador de café do mundo e bateu recorde de exportação do tipo robusta em 2015, registrando a marca de 36,89 sacas de 60 quilos, segundo dados são do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (CeCafé).

    Mais:

    Micro e pequena empresa podem ser o pulo do gato para exportações brasileiras
    Tags:
    Café robusta, Organização Internacional do Café, International Coffee Organization, OIC, CeCafé, Conselho dos Exportadores de Café do Brasil, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar