21:33 19 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Rosatom logo

    Rosatom não tenciona limitar fornecimento de urânio aos EUA

    © Sputnik/ Grigiry Sysoev
    Economia
    URL curta
    7116411

    A corporação estatal nuclear russa Rosatom não imporá nenhumas medidas restritivas para limitar os fornecimentos comerciais de urânio para os EUA, informou o departamento de comunicação da entidade.

    "A Rosatom declara com toda a responsabilidade que a parte russa não prevê quaisquer medidas que limitem os fornecimentos de produtos à base de urânio ao mercado norte-americano", se diz no comunicado.

    O comunicado desmente as informações surgidas recentemente na mídia dos EUA sobre supostas limitações ao fornecimento de urânio às empresas norte-americanas, como contramedida às sanções impostas pelos EUA.

    "A cooperação comercial na esfera do uso pacífico da energia nuclear se baseia em contratos de longo prazo, sujeitos ao cumprimento incondicional", acrescenta o documento.

    Kirill Komarov, vice-chefe da Rosatom, citado no comunicado, frisou que a organização Technabexport (faz parte da Rosatom), o principal exportador de produtos de urânio, que opera há mais de 40 anos no mercado mundial, sempre cumpriu escrupulosamente seus compromissos, mesmo nos períodos mais complexos das relações russo-norte-americanas.

    Anteriormente a Rússia suspendeu o acordo de cooperação entre a estatal russa Rosatom e o Ministério de Energia dos EUA sobre a conversão de reatores russos de pesquisa para o uso de urânio pouco enriquecido.

    Mais:

    Kremlin: EUA suspenderam cooperação na área nuclear depois da reunificação da Crimeia
    Rússia promete rever cooperação nuclear após promessas dos EUA
    Cuba e Rússia fecham acordo de cooperação nuclear pacífica
    'EUA vão manter cooperação com a Ucrânia no setor nuclear'
    Tags:
    acordos nucleares, urânio, Rosatom, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik