18:17 26 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    11471
    Nos siga no

    Rússia está desenvolvendo mais um sistema de armas hipersônicas, que está sendo criado no âmbito dos trabalhos do projeto Lichinka-MD.

    Atualmente o aparelho encontra-se na fase de protótipo e ainda não iniciou testes de voo. Está previsto que com a nova munição sejam equipados os caças russos de quinta geração Su-57.

    Estima-se que o míssil consiga atingir velocidades superiores a Mach 5 (aproximadamente 6.175 km/h) e se torne praticamente invulnerável aos modernos sistemas de defesa antiaérea e de mísseis.

    De acordo com especialistas, os alvos principais do míssil serão os recursos navais do provável adversário. No futuro, a munição substituirá o lendário míssil supersônico antinavio Kh-31 que está atualmente no serviço das Forças Armadas russas.

    Segundo documentos obtidos pelo jornal Izvestia, a segunda fase dos trabalhos de desenvolvimento de Lichinka-MD foi iniciada em 2019.

    A munição receberá motor denominado Izdelie 70, um estatorreator, que é um tipo de motor a jato que não possui compressores e turbinas, uma vez que a compressão se efetua graças à alta velocidade em que tem de funcionar. Este sistema de propulsão já é utilizado em muitas armas hipersônicas russas, incluindo no sistema Gremlin.

    Caças russos de quinta geração, Su-57
    © Sputnik / Andrei Kataev
    Caças russos de quinta geração, Su-57

    Fontes do Ministério da Defesa da Rússia confirmaram ao jornal que está sendo desenvolvida uma munição hipersônica para ser integrada no arsenal do caça Su-57. O míssil será colocado nos compartimentos internos do caça.

    "Pode-se supor que Lichinka-MD será uma substituição das munições antinavio para aviação tática, provavelmente se trata de um míssil hipersônico com alcance de algumas centenas de quilômetros. O mais provável é que a nova arma substitua os mísseis supersônicos antinavio Kh-31, que foram desenvolvidos na década de 1980", disse o especialista militar Dmitry Kornev.

    "A Rússia está rodeada por mares, e o nosso país não pode deixar de possuir armas modernas da classe ar-superfície", sublinhou ele.

    Previamente chamado de PAK FA, o Su-57 é um jato destinado a executar missões de ataque e de caça e a destruir todos os tipos de alvos aéreos, terrestres e navais de superfície.

    De acordo com os desenvolvedores, a combinação da alta manobrabilidade do caça com sua capacidade de voo supersônico, bem como o equipamento de bordo avançado e baixa visibilidade, garantem a superioridade do Su-57 em comparação com os concorrentes.

    Mais:

    Sistema S-500 entra em serviço do Exército da Rússia e pode ser exportado para Índia
    Submarino russo com mísseis Tsirkon pode eliminar grupo de navios de guerra dos EUA, aponta revista
    Características do míssil hipersônico russo Tsirkon foram confirmadas em teste, diz Frota do Norte
    Tags:
    Su-57, caças de quinta geração, míssil hipersônico, tecnologia militar, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar