09:35 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    6722
    Nos siga no

    No domingo (3), o Departamento de Estado dos EUA afirmou estar muito preocupado com as atividades militares "provocativas" da China próximo de Taiwan, após uma incursão de aeronaves chinesas nas proximidades da ilha

    "Os EUA estão muito preocupados com a atividade militar provocativa da China próximo de Taiwan, que está desestabilizando, criando riscos de erros de cálculo e comprometendo a paz e a estabilidade regional", afirmou.

    A incursão de sexta-feira (1º), que envolveu 38 aviões de guerra chineses, incluindo bombardeiros com capacidade nuclear H-6, gerou o protesto de Taipé.

    O Ministério da Defesa de Taiwan informou na sexta-feira (1º) ter acionado aviões para afastar 25 aeronaves chinesas que entraram em sua zona de identificação de defesa aérea. A missão chinesa envolveu 18 caças J-16, quatro caças Su-30, dois bombardeiros com capacidade nuclear H-6 e um avião antissubmarino.

    Ainda no mesmo dia, outros 13 aviões chineses entraram na zona de identificação de defesa aérea de Taiwan. Dez caças J-16, dois bombardeiros com capacidade nuclear H-6 e um avião de alerta e controle KJ-500 participaram desta última incursão.

    O Departamento de Estado dos EUA instou Pequim a parar a "coerção" contra Taiwan, que a China vê como província separatista.

    Mais:

    Taiwan aumenta orçamento de Defesa devido a alto custo de resposta a incursão da China, diz analista
    Caça chinês emite aviso a aeronave militar dos EUA próximo de Taiwan (VÍDEO)
    Aviões de reconhecimento dos EUA são flagrados sobrevoando Taiwan, relata think tank chinês
    Tags:
    avião de ataque, avião de combate, avião de assalto, China, Taiwan, EUA, aeronaves
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar