21:59 23 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    15463
    Nos siga no

    Pela primeira vez, um caça J-20 da Força Aérea do Exército de Libertação Popular (ELP) da China, equipado com novos motores WS-10A Taihang desenvolvidos no país, participou do programa do Airshow China 2021.

    A China mostrou finalmente seu mais avançado caça furtivo com motores produzidos no país, um marco significativo à medida que Pequim aumenta as capacidades de seus jatos J-20 em uma tentativa de rivalizar com o F-22 dos Estados Unidos.

    O motor WS-10 foi desenvolvido pela Força Aérea do Exército de Libertação Popular (ELP) da China para substituir as antigas versões utilizadas pelo J-20.

    Em junho, o jornal Global Times informou que uma unidade do J-20 equipado com motores nacionais tinha voado na região nordeste do país.

    Contudo, esta é a primeira vez que a aeronave foi mostrada ao público com os novos propulsores.

    O J-20 foi lançado pela primeira vez em novembro de 2016, quando dois caças voaram em formação durante um show aéreo na China.

    O J-20, também conhecido como Mighty Dragon (Dragão Poderoso), é um caça furtivo que pode operar em quaisquer condições climáticas e possui capacidade de realizar ataques de precisão. A aeronave entrou em serviço em 2017.

    Mais:

    Caças-bombardeiros da China treinam colocação de minas marítimas para bloquear navios
    Objetivo de envio de caças F-22 ao Pacífico seria conter bombardeiros avançados da China, diz mídia
    'Missão histórica': EUA vão implantar ao menos 25 caças F-22 no Pacífico em meio a tensões com China
    Tags:
    avião de ataque, avião de combate, avião de assalto, China, Força Aérea, motores
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar