09:42 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    6624
    Nos siga no

    O chefe da Força Aérea dos EUA diz estar totalmente focado no crescente desafio e agressividade do poder aéreo chinês no Pacífico Ocidental e nas áreas próximas do Japão e Taiwan.

    "Estou ainda muito focado nas capacidades da China e em como eles estão operando com maior capacidade em algumas de suas plataformas [e em] sua propensão para sobrevoar maiores áreas marítimas e desafiar nas áreas em torno da região", afirmou ao portal Defense One o general Charles Brown.

    A China intensificou significativamente seus voos em águas internacionais, testando a eficácia e a velocidade de reação não apenas da Força Aérea dos EUA, como também das defesas aéreas de Taiwan e do Japão, observou o general.

    "Eles desafiam [as defesas aéreas] em torno de Taiwan no espaço aéreo interno todos os dias [...] Não se trata apenas de Taiwan: com o Japão acontece a mesma coisa", afirmou.

    As forças norte-americanas em Guam também observaram o "crescente aumento do ritmo" das operações de longo alcance conduzidas pela Força Aérea da China, para ver como as unidades norte-americanas responderiam ou reagiriam, conclui Brown.

    Mais:

    Caças-bombardeiros da China treinam colocação de minas marítimas para bloquear navios
    'Missão histórica': EUA vão implantar ao menos 25 caças F-22 no Pacífico em meio a tensões com China
    Objetivo de envio de caças F-22 ao Pacífico seria conter bombardeiros avançados da China, diz mídia
    Tags:
    Força Aérea, Força Aérea dos EUA, China, Pacífico, avanço, aeronaves
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar