09:58 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    241467
    Nos siga no

    EUA vão certamente impor sanções CAATSA contra a Índia, já que o primeiro lote de sistemas de defesa antiaérea russos S-400 deverá ser entregue em novembro, afirma Subramanian Swamy, parlamentar do partido governista indiano BJP.

    Washington aplicou seu Ato Contra Adversários da América Através de Sanções (CAATSA, na sigla em inglês) contra países como a China e a Turquia por comprarem armas avançadas de fabricação russa.

    Chefe do Pentágono instou Nova Deli a evitar a compra de sistemas de mísseis S-400 da Rússia para não ser alvo de sanções norte-americanas.

    "Uma pessoa que conhece as autoridades americanas me disse que os documentos para sanções à Índia foram preparados e são mantidos no Departamento de Estado. Serão anunciadas imediatamente após a chegada dos S-400. Eles não pouparam Turquia, segundo me disseram, não nos vão nos poupar", afirmou o político indiano no domingo (26) durante um debate público sobre as relações da Índia com os EUA.
    Sistema de mísseis S-400 Triumph do regimento de defesa antiaérea na cidade russa de Teodósia, na Crimeia
    © Sputnik / Sergei Malgavko
    Sistema de mísseis S-400 Triumph do regimento de defesa antiaérea na cidade russa de Teodósia, na Crimeia

    EUA consideram que, enquanto a Índia tem mantido os seus contatos bilaterais com Pequim apesar de o Exército Popular de Libertação (EPL) da China estar se estabelecendo na zona fronteiriça de Ladakh, Nova Deli não deve ter qualquer problema com Washington apesar das sanções, ressaltou parlamentar.

    A Índia assinou um acordo de US$ 5,5 bilhões (R$ 30,63 bilhões) para compra de cinco regimentos de sistemas S-400 em 2018.

    Os EUA argumentam que, de acordo com o CAATSA, a compra dos S-400 pela Índia "constituirá claramente uma transação significativa, e portanto sancionável, com o setor de defesa russo".

    Apesar destas ameaças, Nova Deli tem até agora resistido publicamente às pressões americanas.

    Mais:

    Sistema S-500 entra em serviço do Exército da Rússia e pode ser exportado para Índia
    Erdogan afirma que trabalho conjunto com Biden 'não teve um bom começo'
    Armamento moderno e dimensão do Exército russo representam séria ameaça para EUA e OTAN, diz NI
    Tags:
    Índia, S-400 Triumph, sistema de defesa antiaérea, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar