23:17 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    17582
    Nos siga no

    O veículo aéreo não tripulado ZALA 421-12E5G com um sistema de propulsão híbrido percorreu uma distância de mais de 1.000 quilômetros, informa a empresa ZALA AERO, que faz parte do consórcio Kalashnikov.

    O drone realizou um voo de ida e volta entre duas cidades russas (Izhevsk e Yoshkar-Ola) percorrendo em 12 horas no total uma distância de 1.130 km.

    Durante os testes, os desenvolvedores aplicaram a metodologia de utilizar dois esquadrões aéreos com um novo sistema de comunicação e controle. O sistema é baseado em pontos de controle além do horizonte, localizados em diferentes regiões do país.

    A implementação de um sistema onde os operadores do veículo estão a até 500 km do local de lançamento reduz o uso dos recursos da aeronave, minimiza o fator humano e otimiza o pessoal das unidades operacionais.

    Durante o voo, os desenvolvedores testaram as novas tecnologias aplicadas no drone ZALA. O modelo de testes recebeu um sistema de navegação visual que não depende do sinal de satélite.

    Drone kamikaze russo ZALA Lancet do consórcio de armas russo Kalashnikov, Moscou, Rússia
    Drone kamikaze russo ZALA Lancet do consórcio de armas russo Kalashnikov, Moscou, Rússia

    Além do mais, foi testado o sistema de processamento inteligente AIVI. O sistema permite detectar e identificar objetos em modo passivo visíveis na semiesfera inferior. AIVI é capaz de receber informações sobre a localização e número de objetos em tempo real.

    O especialista militar Viktor Baranets em entrevista ao portal PolitEkspert falou sobre as vantagens do drone híbrido.

    "Mil quilômetros já é uma distância estratégica. É extremamente importante que, em caso de operações de combate, o Exército russo seja capaz de observar o espaço a uma distância estratégica do inimigo e ver o que lá está acontecendo", sublinhou.

    Anteriormente, uma fonte no complexo militar-industrial informou à Sputnik que os militares russos utilizaram várias dezenas de drones "kamikaze" Lancet-3 para atacar posições dos terroristas na Síria.

    Mais:

    Robô russo de combate Marker mostra novo nível de tecnologia autônoma, escreve Forbes
    Rússia testa novo sistema de mira de alta precisão em drones de ataque
    'Submarino em miniatura': nova geração de veículos subaquáticos russos é testada no Extremo Oriente
    Tags:
    drone, Rússia, equipamento militar, tecnologia militar, Consórcio Kalashnikov
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar