09:57 25 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 45
    Nos siga no

    A Coreia do Sul testou o primeiro míssil balístico lançado de submarino (SLBM, na sigla em inglês), virando o primeiro país sem armas nucleares a desenvolver tal capacidade, de acordo com mídia local.

    A Agência para o Desenvolvimento da Defesa da Coreia do Sul realizou com sucesso na semana passada testes subaquáticos a partir do submarino Dosan Ahn Chang-ho após experimentos semelhantes a partir de uma barcaça submersa no mês passado, segundo informou a agência Yonhap nesta terça-feira (7), citando fontes militares.

    A mídia informou que o míssil armado de modo convencional da Coreia do Sul foi supostamente denominado Hyunmoo 4-4 e acredita-se ser uma variante do míssil balístico Hyunmoo-2B sul-coreano, com alcance de cerca de 500 quilômetros.

    O submarino da classe de 3.000 toneladas Dosan Ahn Chang-ho, desenvolvido localmente, é equipado com seis tubos de lançamento verticais. Após os testes adicionais, o SLBM será produzido em massa para implantação.

    O Ministério da Defesa disse que não pode confirmar detalhes das capacidades de unidades militares individuais devido a razões de segurança.

    Os SLBM foram desenvolvidos por sete países, incluindo os EUA, Rússia, China, Reino Unido, Índia e Coreia do Norte. Todos esses países têm arsenais nucleares, que são usados tipicamente para armar tais mísseis.

    Na semana passada, o ministério sul-coreano revelou o projeto de defesa para 2022-2026, informando sobre o desenvolvimento de novos mísseis "com poder de destruição significativamente reforçado". O ministério disse que os novos mísseis serão capazes de destruir túneis e prédios inimigos com alta precisão.

    Mais:

    Cientistas chineses desenvolvem radar quântico capaz de detectar aviões furtivos
    Marinha dos EUA testa míssil SM-6 a partir de navio de superfície não tripulado (VÍDEO)
    Aviões taiwaneses levantam voo após relatos de incursões da Força Aérea da China
    EUA implantam caças F-35 no Alasca devido ao aumento de 'atividades russas' na região, afirma mídia
    Tags:
    Coreia do Sul, míssil balístico, míssil, submarino, militar, defesa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar