08:45 25 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3402
    Nos siga no

    Os mais recentes testes da plataforma robótica Marker indicam que a Rússia está atingindo um novo nível no desenvolvimento de veículos militares não tripulados, escreve o jornalista David Hambling, da Forbes.

    De acordo com Samuel Bendett, especialista em sistemas não tripulados da Rússia, citado pelo jornal, o Marker é um demonstrador tecnológico que permite avaliar as tecnologias e os sistemas utilizados, bem como experimentar diferentes abordagens para criação de um veículo terrestre não tripulado funcional.

    "Em algum momento o Marker será testado com drones de combate e drones suicidas", sugeriu Bendett, observando que a Rússia já realizou no passado testes de utilização integrada de outros sistemas robóticos com veículos não tripulados.

    Marker é um sistema modular e, graças a isso, diferentes fabricantes podem sugerir novas tecnologias que serão testadas posteriormente. Ao mesmo tempo, o Ministério da Defesa da Rússia está ativamente trabalhando na integração de sistemas robóticos e não tripulados nas Forças Armadas, ressalta Bendett.

    Por sua vez, Hambling escreve que a principal diferença entre a Rússia e os EUA no desenvolvimento de drones é que os Estados Unidos, apesar do desenvolvimento de robôs terrestres nos últimos 40 anos, têm feito pouco uso deles nas suas Forças Armadas. Já os militares russos testaram na Síria o robô Uran-9 e, apesar de identificar várias falhas no equipamento, conseguiram aprender com essa experiência.

    O autor do artigo notou que, recentemente, o ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, disse que na Síria foram testados mais de 320 tipos de armas.

    "Seus robôs terrestres autônomos podem estar em Chelyabinsk, mas amanhã estarão no campo de batalha e, como resultado, no dia seguinte aparecerá uma versão aperfeiçoada", concluiu Hambling.

    Recentemente, o serviço de imprensa do Fundo de Pesquisas Avançadas disse à Sputnik que um robô Marker em testes na região de Chelyabinsk percorreu em modo autônomo 100 quilômetros patrulhando a zona de fronteira de uma povoação, enquanto outro treinava o lançamento de um enxame de drones.

    A plataforma robotizada experimental Marker foi revelada publicamente pela primeira vez em outubro de 2019, em um campo de testes para sistemas robóticos em Magnitogorsk.

    Mais:

    Atualmente não há contramedidas contra mísseis hipersônicos Kinzhal, diz corporação russa Rostec
    Rússia usará versão bilugar do novo caça Checkmate para atrair compradores estrangeiros
    Roscosmos: míssil Sarmat será elemento principal do escudo nuclear da Rússia durante 30-40 anos
    Tags:
    tecnologia militar, robô de combate, robôs militares, Rússia, drones
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar