21:21 20 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    9571
    Nos siga no

    O míssil balístico intercontinental russo Sarmat, que se prepara para ser submetido a testes de voo, será o elemento principal das forças de dissuasão nuclear russas durante 30-40 anos, disse nesta quinta-feira (2) Dmitry Rogozin, chefe da corporação espacial estatal russa Roscosmos.

    "Este míssil será a base do escudo nuclear espacial russo, a garantia de segurança de nossa geração e das gerações futuras, durante pelo menos 30-40 anos ele protegerá nosso país", afirmou Rogozin durante seu discurso no fórum de novos projetos nacionais Novoe Znanie (Novo Conhecimento, na tradução livre em português).

    De acordo com o chefe da Roscosmos, Sarmat tem um "alcance e velocidade de ascensão ímpares, superando qualquer sistema de defesa de mísseis".
    Teste do míssil balístico intercontinental Sarmat
    © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia
    Teste do míssil balístico intercontinental Sarmat

    Os testes de voo do míssil balístico russo começarão neste ano e deverão terminar em 2022, e no mesmo ano a Força Estratégica de Mísseis da Rússia planeja receber os primeiros mísseis, disse em agosto o ministro da Defesa da Rússia Sergei Shoigu durante sua visita à fábrica Krasmash (faz parte da corporação estatal Roscosmos), a futura fabricante desse armamento.

    Sarmat deve substituir os antigos mísseis R-36M2 da Rússia desenvolvidos nos anos 70 e utilizados pela União Soviética durante a Guerra Fria.

    O míssil Sarmat tem um alcance de 18.000 quilômetros, peso de lançamento de 208,1 toneladas e carga útil de mais de dez toneladas. O míssil tem 35,5 metros de comprimento, três metros de diâmetro e porta ogivas múltiplas de guiamento individual.

    Mais:

    The National Interest: novo míssil russo Tsirkon colocará Marinha dos EUA em grande risco
    Sistema de defesa antiaérea russo será integrado pela 1ª vez em navio estrangeiro
    Militar russo derruba míssil-alvo em pleno voo durante jogos militares na China (VÍDEO)
    Tags:
    míssil balístico intercontinental, Sarmat, Roscosmos, defesa nuclear
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar