17:21 20 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    28823
    Nos siga no

    Míssil hipersônico antinavio Tsirkon representa grande risco para os porta-aviões americanos, escreve o portal The National Interest.

    O autor do artigo, Mark Episkopos, citando várias mídias russas, relembrou que o primeiro portador de mísseis Tsirkon será a fragata Admiral Golovko. O novo míssil possui um alcance de 1.000 a 2.000 quilômetros – dependendo das características da plataforma de lançamento e das condições de funcionamento.

    Ao mesmo tempo, pode atingir em voo a velocidade de Mach 9 (11.000 quilômetros por hora) à altitude de 20 quilômetros. Esta capacidade do míssil, segundo a opinião do jornalista, vai deixar nervosos os comandantes dos porta-aviões norte-americanos.

    O especialista também mencionou um artigo da RT conforme o qual os sistemas modernizados de defesa antiaérea dos destróieres americanos de classe Arleigh Burke inicialmente são destinados à neutralização de mísseis de cruzeiro supersônicos e não servem para combater os hipersônicos.

    Assim, o analista militar Mikhail Hodarenok sublinha que os sistemas de defesa do adversário potencial não serão capazes de confrontar eficientemente o Tsirkon por causa de sua alta velocidade.

    "Em outras palavras, não há qualquer tempo para reagir porque seu navio é atingido logo após o míssil ser detectado", concluiu Mark Episkopos.

    O Tsirkon é um míssil hipersônico de cruzeiro - o primeiro no mundo a ser capaz de realizar um voo aerodinâmico de longa distância com manobras nas camadas densas da atmosfera utilizando durante todo o trajeto o impulso de seu próprio motor. Em julho, a Rússia informou ter realizado testes bem-sucedidos do míssil a partir da fragata Admiral Gorshkov.

    Mais:

    Testes dos EUA mostram que não têm medo de míssil 'assassino de porta-aviões' da China, diz analista
    VÍDEO mostra lançamento de teste de míssil balístico do Paquistão
    Índia testa míssil de cruzeiro capaz de iludir radares inimigos (FOTOS)
    Tags:
    Tsirkon, míssil, míssil hipersônico, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar