21:28 23 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    2122
    Nos siga no

    Após um teste falhar em outubro de 2020, a Organização de Pesquisa e Desenvolvimento da Defesa da Índia (DRDO, na sigla em inglês) lançou novamente um míssil de cruzeiro Nirbhay, com alcance de 1.000 quilômetros.

    O míssil de cruzeiro subsônico foi lançado na manhã de quarta-feira (11), tendo percorrido 100 quilômetros, com o voo durando 15 minutos, segundo o jornal Hindustan Times.

    O disparo foi um sucesso parcial. Fontes do DRDO, citadas pelo jornal, afirmaram que o motor, de fabricação doméstica, foi testado com sucesso, mas a plataforma de entrega sofreu uma queda por razões inexplicáveis.

    ​Hoje, a Índia testou com sucesso o míssil de cruzeiro Nirbhay desenvolvido pela DRDO a partir da costa do distrito de Balasore, Odisha. O Nirbhay é um míssil de cruzeiro subsônico, que pode voar a uma velocidade de Mach 0.7. Ele voou por aproximadamente 150 quilômetros com um motor de cruzeiro fabricado no país.

    Este foi o primeiro teste com o motor fabricado no país depois de o ensaio anterior ter sido abortado após oito minutos de voo.

    O Nirbhay é um míssil subsônico, que pode voar a uma velocidade de até Mach 0.7, capaz de evitar a detecção por radares inimigos. Além disso, é um míssil de dois estágios, usando combustível sólido e líquido.

    O projétil permite transportar uma ogiva convencional de 300 quilos e atingir alvos a até 1.500 quilômetros, podendo ser disparado do mar, da terra ou a partir de lançadores móveis.

    Mais:

    Índia afirma presença naval no mar do Sul da China em meio a oposição dos EUA à 'agressão' de Pequim
    Primeiro porta-aviões construído na Índia INS Vikrant inicia provas de mar (VíDEO)
    'Aplicaremos nossas leis': EUA podem tomar medidas após fornecimento de sistemas S-400 à Índia
    Tags:
    míssil, míssil balístico, míssil hipersônico, míssil teleguiado, míssil de cruzeiro, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar