00:24 24 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 511
    Nos siga no

    O construtor naval Austal USA apresentou um projeto de navio de assalto anfíbio leve, similar aos navios de desembarque de tanques da Segunda Guerra Mundial concebidos para operações de unidades relativamente pequenas.

    O Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA pretende comprar dezenas de navios de guerra anfíbios de pequeno porte para apoiar os novos conceitos de operações expedicionárias.

    Neste contexto, o construtor naval Austal USA apresentou, no dia 3 de agosto, seu projeto para um novo navio de guerra anfíbio leve (LAW, na sigla em inglês), informa o portal Naval News.

    O projeto proposto, que recorda alguns dos clássicos navios de desembarque de tanques, foi desenvolvido para cumprir com o requisito de 24 a 35 novos navios anfíbios, que estão destinados a apoiar os fuzileiros em direção ao conceito das chamadas "operações distribuídas", ou dispersas, indica o portal The Drive.

    O conceito de operações distribuídas adotado pelo Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA é uma forma de manobra em que unidades pequenas e altamente capacitadas se distribuem em uma grande área de operações para depois atuar em forma coordenada com o objetivo de interromper o acesso do inimigo a áreas importantes.

    ​Sea Air Space dia 2: Austal USA está exibindo com proeminência seu conceito para o navio de guerra anfíbio leve (LAW). O projeto da Austal conta com uma rampa de proa atrás de um modelo de proa completo como nos navios de desembarque clássicos da Segunda Guerra Mundial. A Marinha e o Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA pretendem firmar um contrato para 2023.

    A Austal apresentou seu projeto na exposição marítima Sea Air Space 2021, que ocorreu entre os dias 2 e 4 de agosto no Centro Nacional de Convenções Gaylord, em Maryland.

    O modelo do navio de guerra anfíbio leve mostra uma embarcação provida de uma rampa de proa e um calado pouco profundo, o que permitiria encalhar em praias para desembarcar rapidamente os veículos de combate.

    O conceito permite um acesso rápido a qualquer costa, inclusive às não acondicionadas e desprovidas de infraestruturas como cais.

    Os navios também possuem uma plataforma de voo elevada, localizada na popa, possivelmente para abrigar helicópteros ou drones de decolagem e pouso vertical.

    "O navio de guerra anfíbio leve proporciona à Marinha dos EUA uma maior flexibilidade para operações distribuídas e a implantação do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA e unidades especiais em praias e portos remotos não acondicionados", observa a construtora, citada pelo Naval News.

    A embarcação, de 120 metros de comprimento e deslocamento de 4.500 toneladas, deve ter um raio de ação de mais de 6.400 quilômetros e uma boa navegabilidade em alto mar. Além disso, seu design permite um reabastecimento vertical, possivelmente a partir de helicópteros.

    Mais:

    Mídia: desgaste precoce obriga Marinha dos EUA a 'canibalizar' peças de uns submarinos para outros
    Marinha russa monitora destróier USS Ross dos EUA, que entrou no mar Negro
    Marinha dos EUA revela caça Super Hornet 'disfarçado' de Su-57 russo (FOTOS)
    Tags:
    navio, navio de guerra, Marinha, Marinha dos EUA, fuzileiros navais, Corpo de Fuzileiros Navais
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar