19:45 23 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3583
    Nos siga no

    Forças de Defesa Antiaérea russas receberam radares "caçadores de alvos furtivos". Os novos radares 104Zh6, que operam em ondas métricas, entraram em serviço da Força Aeroespacial do país, revela o Ministério da Defesa.

    O complexo móvel é composto por vários radares localizados em territórios afastados uns dos outros, conectados por tecnologia sem fios da "Internet militar".

    O 104Zh6 não só forma uma zona de detecção contínua, mas também consegue identificar quaisquer meios aéreos, incluindo hipersônicos e drones de pequeno porte. O novo radar é especialmente eficaz contra aeronaves construídas com aplicação de tecnologias furtivas.

    As ondas métricas são consideradas as mais eficazes para detectar aeronaves de tecnologia furtiva, disse o especialista militar Viktor Murakhovsky.

    Fontes do Ministério da Defesa da Rússia revelaram ao jornal Izvestia que diversas unidades de radares 104Zh6 de varredura eletrônica ativa foram colocados em operação piloto em vários distritos militares do país.

    Aitech Bizhev, ex-vice-chefe da Força Aérea da Rússia para a Defesa Antiaérea da Comunidade dos Estados Independentes [CEI] explicou que as vantagens dos radares de ondas métricas estão em seu grande alcance de operacional.

    Parte receptora da estação de radar Konteiner
    Parte receptora da estação de radar Konteiner

    "Tais radares são capazes de detectar um alvo em distâncias máximas. Eles têm um sinal muito forte. Normalmente, os diagramas direcionais da antena envolvem a superfície terrestre. A desvantagem destas estações é a precisão relativamente pequena. Mas o seu objetivo é detectar o alvo e aí os radares de ondas métricas e decimétricas determinarão suas coordenadas", explicou.

    Estes radares podem detectar aeronaves furtivas porque as modernas aeronaves stealth são projetadas principalmente para evitar a detecção por radar de microondas, tendo menor proteção contra radares de ondas métricas.

    O novo complexo russo consiste de vários veículos com estações de radar que operam em conjunto de forma coerente. A seguir, os dados dos radares são automaticamente coletados e processados por computadores do posto de comando.

    Desta maneira, em determinado flanco ameaçado, se torna possível cobrir uma vasta área com apenas um complexo e criar um campo de radar completo e contínuo.

    Mais:

    Rússia planeja implantar em bases militares no Ártico avançados aviões de reconhecimento A-50U
    Rússia desenvolve novíssimo míssil hipersônico Kh-95 de longo alcance para combate não nuclear
    EUA testam com sucesso míssil antirradar projetado para neutralizar sistemas russos
    Tags:
    radar, tecnologia furtiva, Rússia, tecnologia militar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar