00:23 24 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3815
    Nos siga no

    Nesta terça-feira (3), começaram os maiores exercícios das forças navais e anfíbias dos EUA desde os tempos da Guerra Fria, quando a OTAN realizou o Ocean Venture, em 1981.

    O Exercício de Grande Escala 2021 (LSE, na sigla em inglês) visa "fornecer o treinamento de alto nível no mar e na terra contra uma força inimiga desafiadora". O LSE 2021 decorre de 3 a 16 de agosto e prevê uma integração global das forças norte-americanas em 17 fusos horários.

    Os exercícios militares envolvem seis comandos da Marinha e do Corpo de Fuzileiros Navais, cinco frotas navais e três Forças Expedicionárias de Fuzileiros. Um total de 36 embarcações, inclusive porta-aviões e submarinos, participa do treinamento.

    "O LSE testará nossos comandantes em todo o espectro da guerra naval, desde o tático até o estratégico, integrando o Corpo de Fuzileiros Navais para mostrar a capacidade da frota mundial de realizar operações coordenadas desde o mar alto até o litoral", afirmou o vice-almirante Gene Black, comandante da Sexta Frota da Marinha dos EUA.

    As manobras devem mostrar aos adversários dos Estados Unidos que as forças do país continuam prontas "devido a seus compromissos operacionais globais e não apesar deles", segundo a Marinha.

    ​Marinheiros no convés enquanto o USS Carl Vinson saía ontem de San Diego para um desdobramento que começa com a participação do Exercício de Grande Escala 2021 (LSE 2021), globalmente integrado que está em curso agora no Pacífico envolvendo várias frotas.

    As manobras são o primeiro exercício naval e anfíbio de grande escala realizado nos últimos 40 anos. Tal como em 1981, as manobras têm o objetivo de mostrar o potencial das forças norte-americanas e testar as novas capacidades marítimas, mas dentro do contexto da guerra moderna e de competição estratégia.

    Embora este ano apenas as forças dos Estados Unidos participem do LSE, prevê-se que no futuro os aliados norte-americanos também tomem parte do treinamento.

    Mais:

    Contrapeso à China: Índia estaria secretamente construindo base naval nas Ilhas Maurício, diz mídia
    Irã possui capacidades de realizar qualquer tipo de operação com drones, afirma general
    Primeiro porta-aviões construído na Índia INS Vikrant inicia provas de mar (VíDEO)
    Rússia desenvolve novíssimo míssil hipersônico Kh-95 de longo alcance para combate não nuclear
    Tags:
    EUA, exercício, Estados Unidos, OTAN, navio, Guerra Fria, Marinha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar