14:25 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    4233
    Nos siga no

    Quebrar uma garrafa de champanhe na proa de uma embarcação é uma tradição naval antiga que traz boa sorte para o navio – ou má sorte se algo correr de forma errada.

    Um mau presságio estragou a cerimônia de batismo do mais recente submarino da Marinha dos EUA da classe Virginia, o USS Hyman G. Rickover, uma vez que a garrafa de espumante não quebrou logo na primeira vez depois de bater no navio durante o evento tradicional.

    A gravação mostra Sarah Greenert (filha dos patrocinadores do submarino, Darleen Greenert e o chefe de Operações Navais, Jonathan Greenert) tentando quebrar a garrafa por duas vezes e só na terceira é que ela consegue fazer a espuma saltar da garrafa.

    ​Durante a cerimônia de batismo do USS Hyman G. Rickover, uma garrafa de champanhe foi finalmente quebrada.

    A construção do USS Hyman G. Rickover, que é o 22º submarino da classe Virginia, começou em setembro de 2015.

    Trata-se do segundo submarino desta classe a ser nomeado em homenagem a uma pessoa e não a um estado, sendo o primeiro o USS John Warner (SSN 785).

    Mais:

    Submarino de mísseis balísticos dos EUA chega a base de Gibraltar em meio a tensões com Rússia
    Pentágono adverte sobre perigo iminente de guerra nuclear à medida que países expandem arsenais
    Após teste de Tsirkon, Pentágono diz que mísseis hipersônicos da Rússia são 'desestabilizadores'
    Tags:
    submarino, Marinha dos EUA, champanhe
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar