05:42 30 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3716
    Nos siga no

    O primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett, instou outras nações a se juntarem ao Estado hebraico na criação de uma plataforma internacional que consiga proteger de ataques cibernéticos.

    Segundo referiu o premiê israelense durante uma conferência em Tel Aviv, um escudo cibernético global seria a melhor defesa contra hackers, informa a agência Bloomberg.

    "Se tentar e lutar sozinho, perderá [...] Se lutarmos juntos, venceremos", afirmou Bennett, classificando as ameaças cibernéticas como uma das maiores ameaças à segurança nacional de Israel.

    É importante sublinhar que Israel é líder mundial no desenvolvimento de tecnologia para proteção de redes digitais. Na verdade, a ocorrência frequente de ataques cibernéticos contra o Estado judeu faz com que o país necessite se desenvolver nessa direção. De igual modo, também é comum seus principais aliados sofrerem ataques dessa natureza.

    Nos últimos três meses, os EUA sofreram ataques cibernéticos que criaram o caos em hospitais, paralisaram o maior gasoduto do país, Colonial Pipeline, e um grande fornecedor de carne, JBS, atingiram centenas de outras empresas.

    "Tudo está sob ataque: nossa água, nossa eletricidade, nossa comida, nossos carros [...] Por quê? Por que é fácil e nunca foi tão fácil", declarou Bennett, citado pela mídia.

    Mais:

    Bolsonaro tentará manter laços com Israel através de consultor dos EUA próximo a Bennett, diz mídia
    Cooperação e estabilidade regional: Bennett e Putin têm conversa telefônica e combinam encontro
    EUA e Israel discutem criar 'zona de exclusão aérea' para drones iranianos no Oriente Médio
    Tags:
    hackers, EUA, escudo, segurança cibernética, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar