16:10 31 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 172
    Nos siga no

    Fotógrafo de aviação Matt Smart conseguiu tirar uma sequência de imagens um tanto assustadoras que mostram um caça F-15E Strike Eagle da Força Aérea dos EUA sofrendo um incidente durante a decolagem na base aérea de Lakenheath, no Reino Unido.

    De acordo com a edição War Zone, o caça F-15E esteve no ar durante quase duas horas e provavelmente o piloto não sabia o que estava acontecendo com o avião.

    "Pelo que ouvi, o piloto não relatou nenhum problema com o controle etc. e manteve-se afastado [da base] por algum tempo, esperávamos que ele regressasse à base, mas não voltou", disse o fotógrafo à edição, acrescentando que "eu entendi que alguém também telefonou para a base para os alertar".

    De acordo com relatos não verificados, a chuva de faíscas surgiu do motor a reação F100 do tipo turbofan do lado direito e teria sido causada por uma pétala do bocal e impulsor quebrados.

    ​Um pequeno problema na decolagem de avião F-15E da 48ª Ala de Caças.

    Durante funcionamento normal, o impulsor controla as pétalas do bocal, aumentando o diâmetro do escape quando a pós-combustão está acionada e a saída do empuxo amenta drasticamente.

    Portal aponta que, embora o incidente na decolagem da base aérea de Lakenheath parecesse certamente alarmante, sabe-se que o caça F-15E é um jato resistente e que o avião em questão foi capaz de continuar sua missão e regressar em segurança a sua base.

    Mais:

    Força Aérea dos EUA tem 15% da frota de F-35 fora de serviço por problemas de manutenção
    EUA precisam cortar bilhões nos custos do caça F-35 para atingir preço acessível, segundo relatório
    Imagens de satélite provocam especulações de que China estaria construindo sua própria 'Área 51'
    Tags:
    Reino Unido, Força Aérea dos EUA, F-15E
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar