05:39 01 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 290
    Nos siga no

    O futuro Sistema Aéreo de Alerta e Controle (AWACS, na sigla em inglês) não vai ser uma única aeronave de alerta, mas um aglomerado de plataformas que podem conduzir diferentes missões e construir uma rede de informação.

    De acordo com o chefe de projeto do avião KJ-2000 da China, Lu Jun, a tendência de desenvolvimento do AWACS mais avançado do mundo tem dois aspectos, sendo eles a capacidade de uma aeronave individual e o sistema.

    Para as aeronaves individuais, o sistema será capaz de lidar com alvos pequenos, aeronaves furtivas e drones. Contudo, o especialista chinês ressalta que é preciso haver plataformas espaciais, aéreas, terrestres, marítimas e submarinas integradas ao sistema.

    O vice-projetista executivo do sistema KJ-500 da China, Cui Jixian, afirmou ao jornal Global Times que o futuro AWACS será um sistema de rede de informações, incluindo não apenas uma única aeronave, mas um aglomerado de plataformas operando em conjunto ou individualmente.

    Ao comentar as capacidades do AWACS chinês, Lu Jun afirma que o KJ-2000, o primeiro AWACS operacional da China, está uma geração à frente do E-3C e do E-2C dos EUA, graças à tecnologia de radar de varredura faseada.

    Além disso, ele enfatiza que o gigante asiático está duas gerações à frente dos EUA, já que o KJ-500 é uma geração além do KJ-2000.

    Mais:

    China enfrenta desafios para ultrapassar problema crônico de seus caças, diz mídia
    Novo caça furtivo da China antes visto como elefante branco aparece em ação (FOTOS)
    China publica VÍDEO de interceptação de caças e alerta para 'manobras arriscadas dos EUA'
    Tags:
    Sistema Aéreo de Alerta e Controle (AWACS), avião de assalto, avião de combate, avião de ataque, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar