12:47 05 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    10621
    Nos siga no

    Colunista da edição norte-americana The National Interest Dan Goure acredita que, para ser capaz de se defender eficazmente contra a Rússia, Polônia deve adquirir os tanques de batalha principais pesados M1 Abrams.

    Ele chama atenção para o fato de que a base da força de tanques polonesa é atualmente composta por blindados soviéticos obsoletos que precisam ser substituídos. Segundo Goure, existem mais de 500 desses tanques no Exército polonês.

    Administração Biden deve incentivar e apoiar o esforço dos poloneses para adquirir os tanques americanos M1 Abrams, opina.

    Como argumentos a favor da aquisição dos blindados dos EUA Goure apresenta os seguintes pontos.

    Em primeiro lugar, a compra dos referidos tanques melhoraria substancialmente as capacidades da Polônia para combate intenso de alto nível. Quando se trata de guerra convencional, mesmo no século XXI, os tanques são importantes.

    Tanque da batalha principal M-1 Abrams
    © REUTERS / Kacper Pempel
    Tanque da batalha principal M-1 Abrams
    Em segundo lugar, o simples fato de fornecimento de tanques à Polônia, segundo aponta o colunista, enviará mais um sinal à Rússia de que a OTAN e os EUA apoiam Varsóvia.

    Em terceiro lugar, o uso de tanques dos EUA aumentaria o nível de integração das forças armadas americanas e polonesas no processo de treinamento e de possível combate.

    Pentágono considera a Polônia a linha de base para a defesa do flanco leste da OTAN. No entanto, a fim de desempenhar esta função, segundo os militares dos EUA, é necessária a modernização das Forças Armadas polonesas, incluindo das armas que são atualmente usadas pelo Exército polonês.

    Anteriormente, o relatório anual divulgado pela Direção do Pentágono para Ensaios e Avaliação Operacionais (DOT&E, na sigla em inglês) informou que a versão mais recente do M1 Abrams é tão pesada que pode ter seu transporte limitado.

    Mais:

    OTAN 'não traz qualquer estabilidade ao continente', diz Kremlin
    Navios russos abrem fogo no mar Negro em meio aos exercícios da OTAN (VÍDEO)
    Rússia monitora ações do navio-patrulha da Marinha espanhola que entrou no mar Negro
    Tags:
    OTAN, Polônia, M1 Abrams, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar