22:15 27 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    111
    Nos siga no

    Os serviços militares dos EUA têm de lidar com dezenas de bilhões de dólares em custos de manutenção dos F-35, o que pode inviabilizar os planos de adquirir cerca de 2.500 caças deste modelo.

    "Por exemplo, a Força Aérea precisa reduzir um custo anual estimado por aeronave de US$ 3,7 milhões (R$ 19,3 milhões) até 2036, ou o custo só naquele ano vai ser de US$ 4,4 bilhões (R$ 23 bilhões) a mais do que se pode pagar", aponta o relatório do Escritório de Contabilidade do Governo (GAO), órgão responsável pela auditoria, avaliações e investigações do Congresso dos Estados Unidos.

    Entretanto, os custos de manutenção estimados do ciclo de vida de 66 anos das aeronaves foram elevados constantemente desde 2012, de US$ 1,11 trilhão (R$ 5,76 trilhões) para US$ 1,27 trilhões (R$ 6,65 trilhões), apesar dos esforços para reduzir as despesas.

    O programa F-35 prevê que a importante decisão de se passar à produção da aeronave será tomada em algum momento entre 2021 e 2023, indica o relatório.

    Mas sem avaliar os esforços de redução de custos e os requisitos do programa, como o número de aeronaves planejadas, o Departamento de Defesa pode continuar a investir recursos em um programa que, em última análise, não pode pagar, de acordo com o relatório.

    O relatório recomenda que o Congresso considere fazer futuras compras de aeronaves de quinta geração dependendo do progresso na redução dos custos de manutenção.

    Mais:

    Turquia revela 1ª FOTO do drone que substituirá caça F-35 dos EUA
    Alto nível de ruído de caças F-35 gera mais de 600 reclamações nos Países Baixos
    Força Aérea dos EUA revela como caça F-15 pode agir em coordenação com F-35 em ataque aéreo
    Tags:
    avião de ataque, avião de combate, avião de assalto, F-35, custos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar