05:37 03 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    168
    Nos siga no

    O Ministério das Forças Armadas francês firmou um acordo com o grupo Nexter para a modernização de 50 tanques Leclerc para a versão Leclerc XLR.

    Os tanques estarão em serviço do Exército francês até que os novos tanques franco-alemães do programa MGCS sejam desenvolvidos.

    O Exército francês receberá nos próximos três anos o primeiro lote dos Leclerc XLR, a versão modernizada destes tanques, um dos principais símbolos das Forças Armadas do país.

    No dia 1º de junho, o Ministério das Forças Armadas da França chegou a um acordo com a empresa Nexter, que prevê a modernização dos primeiros 50 tanques, que serão entregues aos militares entre 2022 e 2024, com opção de modernizar outros 150 tanques. Prevê-se que programa seja completado em 2028.

    O Leclerc XLR será equipado para ser integrado ao SCORPION, o sistema de rede do Exército francês.

    A UN French Leclerc tank secures an area in the village of Majidiyeh in south Lebanon, 07 October 2006
    © AFP 2021 / ALI DIA
    A UN French Leclerc tank secures an area in the village of Majidiyeh in south Lebanon, 07 October 2006

    Além disso, o sistema de controle de fogo será melhorado e está planejada a instalação de um sistema de alerta laser, bem como do sistema de defesa ativa Galix (que cria uma cortina de fumaça multiespectral), de um sistema de supressão de rádio BARAGE, melhorias na proteção antiminas, de um novo sistema de diagnóstico e diversos outros equipamentos eletrônicos.

    A torre do tanque estará equipada com um módulo FN Herstal T2B, controlado de maneira remota e dotado de uma submetralhadora de 7,62 milímetros. Além disso, serão introduzidas novas munições para o canhão de 120 milímetros.

    Está previsto que os tanques modernizados permaneçam em serviço até a integração de um avançado tanque de nova geração, chamado de Sistema Principal de Combate Terrestre Franco-Alemão, que está sendo desenvolvido no quadro de um programa previsto para ir até 2040.

    Futuramente, estes tanques substituirão não apenas os Leclerc, como também os Leopard 2 alemães.

    Mais:

    México autoriza testes de vacinas da China e da França contra a COVID-19
    EUA estão perdendo influência militar sobre Egito para Rússia e França, diz mídia norte-americana
    França deve evitar 'ser arrastada' pela rivalidade EUA-China, diz chefe do Estado-Maior francês
    Tags:
    tanques, França, veículo de combate, modernização, equipamento militar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar