19:55 20 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 290
    Nos siga no

    Ministério da Defesa da Rússia está avaliando as possibilidades de dotar suas corvetas do projeto 20380 com robôs para desativar minas submarinas, informa o jornal Izvestia citando suas fontes.

    Esses veículos robotizados conseguem não só neutralizar objetos explosivos, mas também operar em grandes profundidades.

    As corvetas deste projeto foram construídas com uso de tecnologias furtivas e possuem uma grande variedade de armas. Ao serem equipadas com complexos robóticos, elas se tornarão ainda mais versáteis e autônomas. Em particular, os especialistas notam que as corvetas serão capazes de operar sem navios caça-minas, o que vai economizar recursos.

    Por enquanto, não foi tomada uma decisão definitiva, mas, se os testes forem concluídos com sucesso, o complexo robotizado será instalado na corveta Aldar Tsydenzhapov da Frota do Pacífico.

    De acordo com o historiador militar Dmitry Boltenkov, os referidos navios poderiam receber o sistema robotizado Diamant que está atualmente instalado em caça-minas do projeto 12700.

    Marinha da Rússia recebe a nova corveta Gremyaschy
    © Sputnik / Aleksandr Galperin
    Marinha da Rússia recebe a nova corveta Gremyaschy

    "Se as corvetas forem capazes de realizar atividades antiminas, seria um verdadeiro avanço. Seriam mais versáteis e, o que é mais importante, poderiam operar em zonas perigosas sem necessidade de serem acompanhadas por navios caça-minas", explicou o especialista.

    O sistema Diamant inclui duas lanchas dotadas de robôs submarinos, meios hidroacústicos e magnetômetros. O complexo é capaz de neutralizar objetos explosivos em um raio de dez quilômetros e até 100 metros de profundidade.

    Designada para a proteção da costa, a corveta Aldar Tsydenzhapov é multifuncional e conta com peças de artilharia A-190 e AK-630.

    Além disso, o navio também possui um sistema de mísseis antinavio Uran. Sua velocidade máxima é de 27 nós (50 km/h) enquanto a autonomia é de até 4 mil milhas marítimas (cerca de 7.400 km). O navio possui um deslocamento de 2,2 mil toneladas.

    Mais:

    Destróier de mísseis guiados dos EUA navega rumo ao mar Negro para operações de segurança
    Frota russa do Pacífico conduz exercícios na região central do Pacífico pela 1ª vez (VÍDEO)
    VÍDEO mostra Frota do Mar Negro alertando violação da fronteira russa por destróier britânico
    Tags:
    Marinha da Rússia, Frota do Pacífico, robôs militares
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar