06:04 01 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    4623
    Nos siga no

    A Força Aérea dos EUA revelou detalhes de seu caça de sexta geração, também conhecido como NGAD (caça do programa de domínio aéreo de próxima geração), que deve substituir o F-22 até 2030.

    De acordo com The Eurasian Times, a nova aeronave contará com uma maior capacidade de transportar armas, bem como um alcance maior, com o objetivo de realizar missões a longa distância na região do Indo-Pacífico.

    Para o comandante da Força Aérea norte-americana, general Charles Q. Brown, a nova versão da aeronave está sendo desenvolvida para combater a suposta ameaça chinesa no Indo-Pacífico.

    Além disso, a nova versão de aeronave deverá alcançar superioridade aérea, com o programa desenvolvendo a propulsão, furtividade e tecnologias de armas avançadas.

    A "pressa" norte-americana pode ter sido motivada pelo fato de os chineses terem avançado nas tecnologias e no desenvolvimento de seus caças.

    Atualmente, a China está modernizando os caças J-20 em diferentes versões para obter a superioridade aérea contra as aeronaves norte-americanas. Além disso, de acordo com o jornal Global Times, Pequim está planejando construir seu próprio caça de última geração até 2035.

    Mais:

    Força Aérea do Iraque pode substituir F-16 dos EUA por caças russos, diz mídia
    Força Aérea dos EUA revela como caça F-15 pode agir em coordenação com F-35 em ataque aéreo
    Força Aérea dos EUA planeja usar caça F-15EX para transportar novo míssil de longo alcance
    Tags:
    avião de ataque, avião de combate, avião de assalto, Força Aérea, Força Aérea dos EUA, EUA, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar