17:39 28 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3915
    Nos siga no

    Oficial israelense disse que o sistema baseado em terra, capaz de interceptar foguetes, morteiros e veículos aéreos não tripulados (UAVs), deve estar em uso até o final de 2024.

    O Ministério da Defesa israelense disse, nesta segunda-feira (21), que um laser montado em avião ainda em desenvolvimento derrubou com sucesso vários drones, em alguns casos a mais de um quilômetro de distância, sobre o mar Mediterrâneo, como parte de um teste inicial do sistema.

    De acordo com o chefe da equipe de pesquisa e desenvolvimento do ministério, general Yaniv Rotem, um protótipo totalmente funcional do laser de estado sólido montado em avião está a pelo menos três a quatro anos de distância. Embora haja uma versão baseada em solo do sistema, capaz de derrubar foguetes e projéteis de morteiro, além de pequenos drones e veículos aéreos não tripulados maiores, espera-se que não só esteja operacional, mas também em uso pelas Forças de Defesa de Israel até o final de 2024.

    "Faremos um teste operacional até o final deste ano e quando funcionar - dentro de três anos - teremos um laser na área de Gaza", disse Rotem ao The Times of Israel.

    O ensaio, que está planejado para o final deste ano, vai testar a capacidade do sistema de derrubar foguetes e projéteis de morteiro de perto, a aproximadamente oito a 10 quilômetros de distância, bem como drones. O teste deveria ser realizado mais cedo, mas o trabalho no sistema foi atrasado pela pandemia e "problemas técnicos que encontramos", disse Rotem.

    De acordo com o Ministério da Defesa, o benefício desse tipo de laser, tanto no ar quanto no solo, é que o preço por interceptação é insignificante em comparação com o dos mísseis interceptadores do sistema de defesa aérea de curta distância Cúpula de Ferro (Iron Dome, em inglês), cada um custando dezenas de milhares de dólares.

    A desvantagem de um sistema a laser é que ele não funciona bem em épocas de baixa visibilidade. O modelo do laser instalado em avião visa contornar um pouco essa limitação, colocando o equipamento acima das nuvens.

    "Interceptamos com sucesso vários UAVs no ar, em um alcance de mais de um quilômetro. Esta é uma conquista tecnológica inovadora e é crítica para o desenvolvimento de nosso sistema de laser aerotransportado de alta potência", afirmou Rotem.

    O laser montado no avião foi desenvolvido em um esforço conjunto pela Diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento do Ministério da Defesa e a contratada de armas Elbit Systems. Rotem reconheceu que também poderia ser empregado como uma arma ofensiva em aviões de combate.

    No vídeo de um dos testes, o laser pode ser visto travando no drone alvo, abrindo um buraco através dele ao longo de vários segundos e causando sua posterior queda no mar.

    Embora o sistema a laser atualmente deva ser usado defensivamente em aeronaves maiores, Rotem reconheceu que também poderia ser empregado como uma arma ofensiva em jatos de combate.

    O teste veio um ano depois que o Ministério da Defesa anunciou que havia feito um grande avanço no desenvolvimento do sistema de laser, após anos de investimento em esforços de pesquisa por empreiteiros de defesa e cientistas acadêmicos.

    Um soldado israelense guarda o sistema de defesa aérea Iron Dome (Cúpula de Ferro), implantado nas colinas de Golã, perto da fronteira com a Síria.
    © AP Photo / Ariel Schalit
    Um soldado israelense guarda o sistema de defesa aérea Iron Dome (Cúpula de Ferro), implantado nas colinas de Golã, perto da fronteira com a Síria.

    Defesa de Israel

    Acredita-se que o grupo libanês Hezbollah mantenha um arsenal de cerca de 130 mil foguetes, mísseis e granadas de morteiro, que os militares acreditam que seriam usados contra Israel em uma guerra futura. Os dois grupos da Faixa de Gaza, Hamas e Jihad Islâmica da Palestina, também possuiriam milhares de foguetes e outras munições.

    Contra essas e outras ameaças, Israel opera um sistema de defesa aérea de vários níveis, composto pelo Iron Dome de curto alcance, o David's Sling de médio alcance e os sistemas Arrow e Patriot de longo alcance.

    Mais:

    Israel não vê outra 'escolha' a não ser atacar programa nuclear do Irã, segundo relatos
    'Nossa paciência acabou', diz primeiro-ministro de Israel em mensagem ao Hamas (VÍDEO)
    'Última chance de acordar': premiê de Israel adverte EUA contra renovação de acordo nuclear com Irã
    Tags:
    foguetes, Ministério da Defesa de Israel, avião, drone, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar