00:08 21 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    1633
    Nos siga no

    A Frota do Pacífico russa conduziu as manobras navais mais icônicas dos últimos anos, com diversos grupos de navios de guerra deixando suas bases e realizando missões próximo das ilhas havaianas.

    Na sexta-feira (18), os exercícios russos foram concluídos com sucesso, tendo testado as capacidades da frota modernizada, segundo o portal de notícias Izvestia.

    Em maio, a Frota do Pacífico russa enviou para alto-mar quatro grupos navais, contando com o cruzador de mísseis Varyag, o navio antissubmarino grande Admiral Panteleev, a fragata Marshal Shaposhnikov, as corvetas Gromky, Sovershenny e Aldar Tsydenzhapov, entre outros.

    As embarcações estão dotadas de mísseis Kalibr, Vulkan e Uran a bordo.

    Além disso, os exercícios envolveram cerca de 20 navios de guerra e incluíram aviões antissubmarino Tu-142M3. Além disso, a bordo dos navios havia ao menos cinco helicópteros Ka-27.

    Os grupos de navios navegaram grandes distâncias por rotas diferentes, encontrando-se em uma área previamente determinada a noroeste das ilhas havaianas, a uma distância de aproximadamente quatro mil quilômetros da costa russa.

    Dentre as missões, o grupo naval realizou tarefas de localização, detecção e neutralização de submarinos inimigos.

    A Frota do Pacífico russa está se fortalecendo e já conta com três novas corvetas em serviço. Até o final do ano, a Frota do Pacífico deve receber a corveta Rezky, construída no estaleiro de Komsomolsk-no-Amur.

    Mais:

    Disparos e ação: VÍDEO mostra participação da Marinha russa nas manobras AMAN-2021
    Marinha Real britânica vai permanecer no Ártico para deter influência crescente da Rússia, diz mídia
    Rússia revela arsenal dos novos navios da Marinha do país
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar