20:46 18 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    6631
    Nos siga no

    Espera-se que os Estados-membros da OTAN se reúnam em Bruxelas em 14 de junho para aprovar uma nova estratégia da aliança e discutir a Rússia, a China e ameaças potenciais ao bloco na próxima década.

    A Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) está pronta para cooperar com a Rússia através de canais de comunicação existentes, anunciou o secretário-geral da organização, Jens Stoltenberg, nesta sexta-feira (11).

    Stoltenberg disse a repórteres que Moscou até agora não respondeu à proposta da Aliança Atlântica de realizar uma reunião do Conselho OTAN-Rússia.

    O vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Aleksandr Grushko, afirmou anteriormente que a Rússia não estava evitando o diálogo, pelo contrário, disse que foi a OTAN que não queria aceitar as ofertas de Moscou sobre a redução da escalada e a retomada dos contatos militares.

    Bandeiras dos países-membros da OTAN na sede da aliança em Bruxelas, Bélgica, 28 de fevereiro de 2020
    © REUTERS / François Lenoir
    Bandeiras dos países-membros da OTAN na sede da aliança em Bruxelas, Bélgica, 28 de fevereiro de 2020

    Alemanha saúda iniciativa

    A Alemanha aplaude a iniciativa do secretário-geral da OTAN de retomar o diálogo com a Rússia, disse nesta sexta-feira (12) Ulrike Demmer, porta-voz da primeira-ministra da Alemanha, Angela Merkel.

    "O Governo Federal [alemão] saúda a iniciativa do secretário-geral [da ONU] Stoltenberg sobre a reunião do Conselho OTAN-Rússia em breve. Esta oferta foi feita há muito tempo, mas o Kremlin ainda não a aceitou", disse Demmer.

    Os comentários de Stoltenberg foram feitos antes da próxima cúpula da OTAN, que acontecerá em Bruxelas em 14 de junho. Os Estados-membros devem discutir a Rússia, a China e outros desafios que o bloco enfrenta na próxima década.

    Mais:

    OTAN diz que continuará treinando forças de segurança do Afeganistão após retirada de tropas do país
    Forças Armadas da Rússia tornarão fronteiras ocidentais 'insuperáveis' para OTAN, diz especialista
    Ministério da Defesa russo: OTAN entregará armas à Ucrânia sob pretexto de exercícios Sea Breeze
    Premiê britânico considera prioridade da OTAN combate às 'ameaças do leste'
    Tags:
    reunião, cúpula, Alemanha, Rússia, OTAN, Jens Stoltenberg
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar