23:40 17 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 574
    Nos siga no

    Um caça a jato que os militares da China antes consideravam um elefante branco parece ter finalmente garantido um papel como o mais novo caça embarcado do país.

    Observadores avistaram recentemente o Shenyang Aircraft Corporation FC-31 Gyrfalcon (anteriormente conhecido como J-31), que está em desenvolvimento desde o início de 2010, em uma instalação de treinamento de aviação naval em Wuhan, na China. A aeronave tem uma forte semelhança com os caças americanos de quinta geração, como o F-22 Raptor e o F-35 Joint Strike Fighter.

    O caça estava estacionado em um porta-aviões perto de um par de maquetes do atual caça de ataque da Marinha chinesa, o J-15 Flying Shark, bem como do modelo de um helicóptero Z-8, segundo o Popular Mechanics. 

    Uma imagem supostamente bem recente da instalação da transportadora EM Facility em Wuhan e o modelo que representa hoje como a ilha do Type 003 pode parecer ter ganhado protótipos SAC FC/31/J-35! Alguma ideia sobre desde quando exatamente está lá, já que minha última imagem é de abril/junho de 2019.

    O FC-31 apareceu pela primeira vez em 2012 com a designação J-31; com o tempo, a designação F-31 (inicialmente aplicada a modelos de exportação) ultrapassou o nome. O caça manteve um perfil baixo ao longo da última década, com observadores acreditando que a Força Aérea Chinesa e a Marinha não estavam particularmente interessadas no projeto e seus motores supostamente fracos.

    Nove anos é muito tempo no mundo dos militares chineses e agora o FC-31 pode finalmente estar quase em produção. O surgimento do novo caça furtivo nas instalações de teste de Wuhan é um sinal claro de que o avião está indo para o mar, mas ainda não se sabe se a designação será realmente J-35 ou se continuará sendo FC-31.

    A extremidade dianteira do FC-31 lembra o F-35, embora tenha a cauda chata e dois motores do F-22. O caça chinês também possui compartimentos internos para armas e o robusto trem de pouso triciclo com duas rodas na frente sugere que ele foi projetado para uso em porta-aviões.

    O FC-31 de quinta geração seria uma atualização definitiva, impulsionando as asas aéreas de ambos os porta-aviões com um caça furtivo. O caça FC-31 provavelmente não é igual ao F-35, mas é uma atualização significativa do J-15.

    A China está adotando uma abordagem pragmática para o perigoso - e caro - mundo da aviação naval. Em vez de correr para se equiparar à Marinha dos EUA desde o início, ele está aprendendo a engatinhar e, em seguida, andar e, por fim, correr. É uma abordagem que provavelmente terá resultados nas próximas décadas.

    Mais:

    China equipa seus caças de 4ª geração com tecnologias furtivas avançadas, diz mídia
    Caça furtivo F-35 dos EUA não é a melhor escolha para duelar com China, diz oficial norte-americano
    'Resposta aos caças furtivos dos EUA': NI revela como Rússia planeja destruir aviões F-35 e F-22
    Tags:
    caça, tecnologia furtiva, China, Marinha chinesa, porta-aviões
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar