12:11 18 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    6691
    Nos siga no

    Na plataforma social chinesa Weibo foram publicadas imagens que mostram testes de um canhão naval multitubo de defesa antiaérea que estão sendo conduzidos na China desde janeiro.

    As imagens disponíveis revelam que este sistema representa uma enorme bateria de 20 canhões automáticos giratórios do tipo Gatling – uma metralhadora desenvolvida nos EUA no século XIX. Este canhão tem quase o dobro dos tubos que o maior sistema chinês do mesmo tipo, escreve o portal The Drive.

    Segundo indicam as imagens, este sistema multitubo já passou por pelo menos três fases de testes de fogo real em janeiro, março e abril.

    Não são revelados nem o calibre da arma nem a cadência de tiro. Os canhões automáticos rotativos do tipo Gatling ou canhão automático M61 Vulcan dos EUA se caracterizam por uma cadência de tiro extremamente alta em comparação com as armas de um único canhão.

    O especialista em armas do portal assinala que a instalação de armas deste tipo em navios se enquadra na estratégia de formar a última linha de defesa, já que sua elevada cadência de fogo permite derrubar os mísseis que se aproximam.

    Forças Armadas da China já possuem modelos de canhões semelhantes – o Type 730 e Type 1130. O primeiro conta com um canhão multitubo de sete canos de 30 mm, enquanto o segundo, que já foi instalado no porta-aviões Liaoning e em outros navios de guerra, tem 11 canos.

    A cadência de tiro de Type 730 é de 6.000 disparos por minuto já o Type 1130 é capaz de disparar 10.000 tiros por minuto e é atualmente o mais poderoso sistema de artilharia antiaérea da China.

    Mais:

    Em conflito com China, Índia recebe proposta de compra de tanques anfíbios K21-105 da Coreia do Sul
    Pequim expulsa destróier dos EUA que navegava perto das ilhas Xisha, no mar do Sul da China
    China estaria construindo instalações fortificadas para regimento de bombardeiros e drones (FOTO)
    Tags:
    China, sistema antiaéreo, tecnologia militar, Exército Popular de Libertação (EPL)
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar