02:26 21 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    2205
    Nos siga no

    Recentemente o Exército dos EUA testou novas munições vagantes classificadas, um tipo de arma por vezes referida como "drones suicidas", no âmbito do exercício de combate Edge 21.

    O veículo aéreo foi testado no polígono militar Dugway, no estado norte-americano de Utah, onde também participaram unidades da Força Aérea e do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA.

    De acordo com o plano de testes, as munições vagantes tinham que localizar e destruir três alvos do adversário espalhados ao longo de uma suposta cadeia de ilhas no oceano Pacífico, escreve The Drive.

    Os três drones suicidas foram lançados contra os alvos distintos, que representavam um radar de defesa aérea, um centro de comando e controle e uma maquete do sistema móvel russo de artilharia antiaérea Pantsir-S1. Os drones conseguiram destruir os dois primeiros alvos.

    No entanto, quando o terceiro alvo, que representava o sistema russo, deveria ser eliminado ocorreu uma falha.

    Por causa de um problema não identificado o drone ficou fora da posição de alcance do alvo. Segundo aponta o portal, os três ataques deveriam ocorrer de forma quase simultânea.

    Durante a demonstração nesta manhã, três munições vagantes foram lançadas contra três alvos no polígono militar Dugway. Dois alvos foram destruídos. Um alvo – uma maquete semelhante ao sistema Pantsir – não foi atingido pela munição. Até agora, não nos disseram porquê. Os dois que foram destruídos foram impactos diretos.

    Militares decidiram abortar o ataque e guardar a munição vagante para os próximos exercícios Project Convergence. As informações detalhadas sobre o novo drone são altamente classificadas. Tudo o que se sabe é que a referida munição vagante é lançada do solo.

    Mais:

    Israel e Coreia do Sul firmam memorando para juntar helicópteros com drones kamikaze
    Irã mostra drone 'suicida' destruindo alvo (VÍDEOS)
    VÍDEO mostra drone 'kamikaze' russo eliminando alvos na Síria
    Tags:
    Rússia, EUA, Pantsir S-1, sistema de defesa antiaérea, drone
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar