10:37 01 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    1201
    Nos siga no

    A última versão modernizada dos caças chineses JF-17 e J-20 foi recentemente avistada, equipada com o mais avançado míssil de combate ar-ar, que é também usado pelo caça furtivo J-20.

    Uma foto recentemente publicada nas redes sociais mostra o caça JF-17 Block 3 com o número de série "3001" durante um voo de teste.

    Esta é a primeira vez que a aeronave foi flagrada em público transportando o míssil de combate ar-ar PL-10 em cada uma de suas asas. Contudo, a data em que o registro ocorreu, bem como o local do voo, não foram revelados.

    Observadores militares citados pelo jornal Global Times afirmaram que o projétil vai fornecer ao caça leve desenvolvido em conjunto pela China e Paquistão, capacidades elevadas, tornando-se um dos melhores do mundo em sua classe.

    O míssil PL-10 usado pelo JF-17 Block 3 se parece com a versão de exportação, o PL-10E, que estreou em 2018 durante um evento aéreo na China.

    ​IMO as notícias do dia! Pela primeira vez, o primeiro protótipo do JF-17 Block 3 foi visto transportando o PL-10E AAM.

    De acordo com Liang Xiaogeng, projetista-chefe do míssil, o PL-10E é um míssil ar-ar desenvolvido localmente, de quarta geração, sendo um dos mais avançados no mundo.

    O projétil conta com um sistema de orientação de arma que usa a emissão de luz infravermelha do alvo para rastreá-lo e segui-lo, e outras tecnologias avançadas.

    Além do míssil, o caça JF-17 Block 3 recebeu um radar mais avançado, o radar de controle eletrônico de armas aerotransportado KLJ-7A.

    Outras tecnologias, incluindo um novo e maior head-up display grande angular e uma cabine integrada semelhante ao utilizado pelo J-20, além de um avançado sistema de alerta infravermelho de aproximação de mísseis usado pelo J-10C, J-16 e J-20 também são usados na nova versão da aeronave chinesa.

    Com isso, os especialistas militares, citados pelo Global Times, acreditam que o JF-17 Block 3 com o míssil PL-10 terá capacidade suficiente de combate aéreo, bem como vantagem contra seus oponentes.

    Mais:

    Caças da China e avião espião dos EUA entram em zona de identificação aérea de Taiwan, relata Taipé
    Taiwan: 8 bombardeiros e 4 caças da China violam área de defesa aérea da ilha
    'Estamos preparados': caças de Taiwan realizam exercícios após última incursão da China (VÍDEO)
    Tags:
    míssil, equipamentos militares, China, avião de assalto, avião de combate, avião de ataque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar