15:09 11 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    5741
    Nos siga no

    A Rússia está desenvolvendo um sistema militar de drones subaquáticos funcionando em enxame, segundo fonte de alto escalão no complexo industrial de defesa, citada pelo jornal Gazeta.ru.

    Segundo os especialistas, o uso de grandes grupos de drones submarinos proporcionará uma maior eficácia.

    De acordo com a fonte, os enxames de drones submarinos russos serão controlados por inteligência artificial e revolucionarão o combate naval.

    "Por exemplo, o posto de comando tem uma tarefa geral: destruir um grupo de ataque de porta-aviões do inimigo. A inteligência artificial, que controlará um enxame de drones submarinos, resolve esta tarefa em função das circunstâncias específicas e em contínua mudança", explicou.

    A inteligência artificial pode concentrar seus esforços em uma das direções ou manobrar e deslocar os esforços em outra direção, além de ser capaz de se retirar temporariamente da batalha e confundir o inimigo com ações demonstrativas, detalhou.

    "Tudo isso será realizado pela inteligência artificial, recebendo dados sobre a situação a partir de diversas fontes", explicou a fonte.

    Os drones, tanto na superfície como submarinos, terão um deslocamento de aproximadamente 500 e 1.000 toneladas. A tarefa de um equipamento como este é se aproximar do inimigo e destruí-lo discretamente.

    Se um drone se perder em combate, seu custo relativamente baixo não terá efeito fatal no resultado de uma operação naval ou da guerra no mar como um todo, afirmou.

    O novo sistema levanta a questão do gerenciamento dos drones submarinos a partir de pontos de controle situados em postos de comando aéreos, navios de superfície e a partir dos portadores de drones submarinos.

    Além disso, estes equipamentos não perdem a qualidade do sinal a grandes profundidades, onde inclusive, ocorre uma melhora do sinal, fornecendo grandes vantagens ao se aproximarem do alvo a grandes profundidades, já que não há armas capazes de atacar alvos a profundidades elevadas.

    Sua navegação será apoiada por giroscópios eletrônicos de última geração. Em 1.000 quilômetros percorridos, seu erro pode ser significativamente inferior a 100 metros. Desta forma, um drone poderá alcançar as proximidades do alvo com grande precisão.

    Além disso, há a questão dos portadores destes drones marinhos, tanto na superfície como submarinos.

    "Os drones revolucionarão todo o conceito de dimensões dos navios de superfície (comprimento, largura, calado, deslocamento). Não há dúvida de que o futuro pertence a estes drones", ressaltou.

    Mais:

    'Cúpula impenetrável': Exército da Rússia estreia sistema de guerra eletrônica contra drones
    VÍDEO mostra drone 'kamikaze' russo eliminando alvos na Síria
    Controle de rede de drones: fonte revela futura capacidade dos caças Su-57 de 5ª geração da Rússia
    Tags:
    batalha, equipamento militar, armas, submarinos, drones, drone, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar