19:08 21 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    6619
    Nos siga no

    Agência de Defesa de Mísseis dos EUA (MDA, na sigla em inglês) planeja aplicar alto orçamento no desenvolvimento de novo interceptor para colidir e destruir mísseis de adversários.

    O Pentágono pretende gastar cerca de US$ 18 bilhões (R$ 98 bilhões) para desenvolver, produzir e apoiar seu novo interceptor, Next Generation Interceptor, para impedir a chegada de mísseis nucleares de adversários como a Coreia do Norte e o Irã, segundo a Bloomberg.

    No total, serão produzidos 31 interceptores que seriam instalados em mísseis baseados no Alasca, segundo a mídia. Cada um dos interceptores tem um custo estimado de US$ 498 milhões (R$ 2,7 bilhões).

    Ensaio do míssil interceptor SM-3 (foto de arquivo)
    Ensaio do míssil interceptor SM-3 (foto de arquivo)

    Haverá uma competição entre os fabricantes Lockheed Martin e Northrop Grumman para a produção do projeto, e entre eles, cada um receberá até US$ 13,1 bilhões (R$ 714,7 bilhões) na fase de desenvolvimento.

    A competição culminará em um processo de seleção e o vencedor será o responsável pela fabricação dos interceptores após uma revisão crítica do projeto, possivelmente, até 2026. Dos 31 interceptores, dez serão exclusivos para testes, de acordo com a mídia.

    "Estamos nos concentrando na fase de desenvolvimento de tecnologia neste momento", disse o porta-voz da Agência de Defesa de Mísseis do Departamento de Defesa dos EUA, Mark Wright. A agência pretende começar a colocar em campo o Next Generation Interceptor "no máximo até 2028", disse Wright.

    O novo interceptor tem como objetivo corrigir os erros de um programa de ogivas fracassado que abrangeu as administrações de Obama e Trump antes de ser cancelado em agosto de 2019, depois que US $ 1,2 bilhão (cerca de R$ 9,8 bilhões) foi gasto em um projeto destinado a ser implantado em 2023.

    Mais:

    EUA continuarão enviando armas e instrutores militares à Ucrânia, diz Pentágono
    Coreia do Norte se recusa a dialogar com Japão e o acusa de 'embelezar e distorcer' sua história
    Pentágono anuncia chegada de 2 bombardeiros B-52 ao Qatar para proteger retirada do Afeganistão
    Tags:
    EUA, interceptor, Coreia do Norte, Irã, Pentágono
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar