21:48 01 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 31
    Nos siga no

    O Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA está reduzindo o número de tanques e soldados para dar lugar a drones, pela facilidade de treiná-los para lidar com múltiplos sistemas de armas, segundo fuzileiros navais norte-americanos.

    De acordo com o comandante do Corpo de Fuzileiros Navais (USMC, na sigla em inglês), general David Berger, a instituição já modificou sua estrutura como parte da iniciativa de modernização de dez anos, chamada Design de Força 2030.

    O programa envolve o "desinvestimento total" dos tanques, ou seja, a substituição dos veículos LAV-25 por outras plataformas não deve ocorrer, bem como a dos mísseis de artilharia convencional. Além disso, reduzirá a tropa de 186 mil fuzileiros para 174 mil até o final da década.

    Futuramente, a instituição também pretende reduzir sua força aérea para 18 esquadrões de ataque com dez caças cada e seis esquadrões de drones.

    Com isso, o Corpo de Fuzileiros Navais pretende contar com um plano aeronáutico onde 40% das aeronaves serão tripuladas e 60% não tripuladas.

    Além disso, os fuzileiros navais deverão ser altamente treinados para lidar com uma grande variedade de sistemas de armas remotas e com inteligência artificial.

    Mais:

    Marinha dos EUA lança plano de aeronaves não tripuladas com MQ25 da Boeing em destaque
    Navio da Marinha dos EUA chega ao Sudão para 'reforçar segurança marítima' da região (FOTOS)
    Marinha dos EUA conduz teste de carga externa do helicóptero Sikorsky (VÍDEO)
    Tags:
    Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, Marinha dos EUA, drones, drone
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar