16:58 01 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 56
    Nos siga no

    O Laboratório de Pesquisa da Força Aérea dos EUA (AFRL, na sigla em inglês) afirmou que concluiu com êxito o teste de voo do veículo aéreo não tripulado XQ-58A Valkyrie.

    O demonstrador de drone de baixo custo e alto desempenho liberou uma carga útil de seu compartimento de armas interno pela primeira vez durante o teste realizado no dia 26 de março.

    "Este é o sexto voo do Valkyrie e a primeira vez que as portas do compartimento de carga útil foram abertas durante o voo", afirmou Alyson Turri, gerente do programa de demonstração.

    Na ocasião, o teste contou com a fabricante de drones Kratos, e a Area-I, fabricante do ALTIUS-600 lançado a partir do ar, e que foi lançado do compartimento de armas interno do Valkyrie.

    Para isso, as fabricantes projetaram, fabricaram e desenvolveram o software que permite a liberação do equipamento.

    XQ-58A Valkyrie libera, pela primeira vez, o pequeno drone ALTIUS-600 durante teste de voo no Arizona
    © Foto / Força Aérea dos EUA
    XQ-58A Valkyrie libera, pela primeira vez, o pequeno drone ALTIUS-600 durante teste de voo no Arizona

    O veículo aéreo não tripulado de combate XQ-58A Valkyrie, desenvolvido pela companhia, é um drone de baixo custo que cabe dentro de um contêiner de transporte padrão e responde a uma tendência mundial crescente para este tipo de arma, tornando qualquer navio porta-contêineres uma ameaça potencial e imprevisível.

    A empresa de drones sediada na Califórnia desenvolveu o XQ-58A para o programa Demonstração de Ataque de Atrito de Baixo Custo (Low Cost Attritable Strike Demonstration) da Força Aérea dos EUA.

    O Valkyrie tem como um dos objetivos auxiliar o trabalho de caças de combate.

    Detectando ameaças contra seu caça parceiro e se fazendo de alvo para mísseis lançados contra o mesmo, o Valkyrie poderá ter grande valor para os caças F-22 e F-35.

    Além disso, o XQ-58A pode carregar armamentos diversos, o que o capacita para atacar alvos inimigos.

    O drone fez seu primeiro voo em março de 2019, mas sofreu um acidente na semana passada no final do seu terceiro voo de ensaio.

    Mais:

    Marinha dos EUA testa caçador de submarinos com drone ao largo da Califórnia
    Drone 'simulador de caças inimigos de 5ª geração' dos EUA sofre acidente durante teste de voo
    Marinha dos EUA procura substituto para helicópteros MH-60 e drones MQ-8C
    Tags:
    Força Aérea, teste, voo, avião de combate, avião de assalto, avião de ataque, drone
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar