01:45 17 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    7690
    Nos siga no

    Rússia está criando novos sistemas hipersônicos que serão o passo seguinte do desenvolvimento do sistema Avangard e mísseis Tsirkon e Kinzhal, declarou Aleksandr Leonov, diretor-geral e projetista-chefe do escritório NPO Mashinostroyeniya, uma das principais empresas produtoras de mísseis.

    "Aquilo que temos ouvido falar hoje são os Avangard, Tsirkon e Kinzhal, depois há uma cadeia inteira de sistemas que vai desenvolver-se", disse ele aos jornalistas nesta sexta-feira (2).

    De acordo com Leonov, atualmente ninguém no mundo é capaz de criar um bloco hipersônico mais rápido que Avangard, mas ele pode ser aperfeiçoado em termos de sistemas existentes.

    "Para além do hipersom, tendo em conta as características do Avangard que eu conheço, em termos de velocidade não há como ultrapassar. Depois podem ser aperfeiçoados os próprios parâmetros do sistema de superação da defesa antimíssil, sistemas de guiamento, etc. Isso já será o melhoramento interno", explicou Leonov.
    O momento em que os militares russos se preparam para o lançamento do novíssimo míssil Avangard
    © Sputnik / Ministério da Defesa da Federação da Rússia
    O momento em que os militares russos se preparam para o lançamento do novíssimo míssil Avangard

    Segundo as estimativas dele, após a criação de programas hipersônicos a Rússia já está sem concorrência nessas tecnologias.

    "Não há nenhum segredo que estamos à frente de todo o planeta", opina o diretor-geral da empresa.

    O Avangard é capaz de voar nas camadas densas da atmosfera a distâncias intercontinentais, atingindo Mach 20, ou seja, uma velocidade 20 vezes superior à do som (24.500 km/h).

    Ao se aproximar do alvo, o bloco planador efetua manobras profundas, de várias dezenas de milhares de quilômetros, tanto laterais, como em altitude. Tal característica torna-o uma arma invulnerável para qualquer meio de defesa antiaérea ou antimíssil.

    Mais:

    EUA planejam equipar neste ano 1ª unidade com capacidade hipersônica, mas sem mísseis até 2023
    'Impossível de enganar': Rússia está concluindo sistema de satélites de reconhecimento marítimo
    Furtivos e poderosos: revista norte-americana destaca capacidades dos mísseis da Coreia do Norte
    Tags:
    Defesa, Rússia, míssil hipersônico, tecnologias hipersônicas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar