00:47 18 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    18760
    Nos siga no

    Ex-comandante do Exército dos EUA na Europa disse que os países da região do mar Negro devem ajudar uns aos outros e trocar dados de inteligência, juntando-se contra a Rússia.

    General Ben Hodges, que comandou o Exército dos EUA na Europa até 2017, apelou ao governo norte-americano para "irritar" a Rússia no mar Negro, tendo dito isso em entrevista ao canal Islandia no YouTube.

    A Ucrânia, Geórgia, Romênia, Bulgária, Turquia e Moldávia devem juntar-se contra a Rússia, segundo o militar dos EUA. Ele apelou aos países da região do mar Negro para ajudarem uns aos outros e trocarem dados de inteligência.

    "Os EUA também devem fazer parte disso, devemos tomar medidas para que o comandante da Frota do Mar Negro se sinta muito desconfortável. Por exemplo, em sua base ilegal em Sevastopol", disse o general Hodges.

    Hodges também adicionou que a decisão da Ucrânia de comprar os mísseis antinavio e também a colocação de drones de reconhecimento e combate MQ-9 dos EUA na Romênia são passos importantes que permitirão "tomar a iniciativa na região".

    Nos últimos anos a Rússia ter referido uma atividade sem precedentes da OTAN perto de suas fronteiras. Antes, no mar Negro decorreram os exercícios Sea Shield 21 sob liderança da Romênia. Navios da Bulgária, Grécia, Espanha, Países Baixos, Polônia, Romênia, EUA e Turquia participaram do treinamento.

    O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, chamou o aumento da presença da aliança na região de um "sinal firme" para Moscou. As Forças Armadas da Ucrânia também realizaram exercícios perto da península da Crimeia usando sistemas de lançadores múltiplos de foguetes Smerch.

    Por sua vez, a Rússia aumentou as capacidades de defesa da Crimeia. O ministro de Defesa, Sergei Shoigu, destacou que o ministério toma todas as medidas necessárias para a segurança das fronteiras.

    Mais:

    Ex-general alemão revela 'calcanhar de Aquiles' da OTAN em caso de conflito com Rússia
    Paquistão, EUA e Arábia Saudita realizam exercício aéreo conjunto em base não identificada (FOTO)
    Artilharia, coordenação, rapidez: mídia sueca lista vantagens da Rússia em potencial guerra com OTAN
    Caça versátil: Military Watch revela superioridade do caça russo Su-35 sobre F-22 americano
    Tags:
    mar Negro, general, Rússia, OTAN, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar