11:54 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    6450
    Nos siga no

    Pela primeira vez na história da Marinha da Rússia, três submarinos nucleares portadores de mísseis emergiram de uma só vez à superfície, quebrando o gelo no Ártico, anunciou o comandante da Marinha russa, almirante Nikolai Yevmenov.

    Ao reportar nesta sexta-feira (26) ao presidente e supremo comandante das Forças Armadas da Rússia, Vladimir Putin, o almirante informou: "Pela primeira vez na história da Marinha da Rússia, foi realizada a emersão através do gelo de três submarinos nucleares portadores de mísseis".

    O comandante notou que a espessura do gelo no local era de 1,5 metro. Os submarinos emergiram "segundo o mesmo programa e plano, em um tempo determinado e em uma área de 300 metros de raio".

    Além disso, um dos submarinos realizou o lançamento prático de um torpedo. Após o disparo, o torpedo foi içado para a superfície em um ponto onde previamente foi preparado um buraco no gelo.

    No total, na expedição Umka-21 foram envolvidos mais de 600 militares e civis e cerca de 200 unidades de armamento e material militar e especializado. No local onde decorre a expedição, a temperatura média é de 25-30 graus Celsius abaixo de zero e as rajadas de vento alcançam 32 metros por segundo.

    Mais:

    Almirante russo explica por que OTAN não consegue detectar submarino russo no Mediterrâneo
    Japão comissiona 2º submarino com bateria de íon-lítio (FOTOS)
    Submarino estratégico russo surge em cartaz de alistamento para Marinha dos EUA (FOTO)
    Tags:
    gelo, Ártico, almirante, Marinha, Rússia, submarino
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar