21:24 29 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    10734
    Nos siga no

    O Comando Indo-Pacífico do Exército dos EUA afirmou que as autoridades estão monitorando a situação e consultando seus aliados.

    Os lançamentos de mísseis norte-coreanos mostram a ameaça que o programa de armas do país representa para seus vizinhos e comunidade internacional, afirmou o Comando Indo-Pacífico do Exército dos EUA.

    "Estamos cientes dos lançamentos de mísseis da Coreia do Norte nesta manhã no mar do Japão. Continuaremos monitorando a situação e estamos consultando estreitamente com nossos aliados e parceiros. Esta atividade mostra a ameaça que o programa de armas ilícitas da Coreia do Norte representa para seus vizinhos e comunidade internacional", afirmou o capitão Mike Kafka, porta-voz do Comando Indo-Pacífico dos EUA, que também reafirmou o compromisso do país com a defesa da Coreia do Sul e Japão.

    Nesta quinta-feira (25), a Guarda Costeira do Japão afirmou que a Coreia do Norte lançou ao menos dois mísseis balísticos. O Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul informou igualmente que Pyonyang disparou ao menos dois "projéteis não identificados" a partir da costa até o mar.

    O primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, indicou que os dois mísseis caíram fora da zona econômica exclusiva do Japão.

    As autoridades japonesas convocaram uma reunião emergencial do Conselho de Segurança nacional na sequência dos lançamentos.

    Mais:

    Como Coreia do Sul planeja usar IA contra Coreia do Norte?
    Marinha da França bloqueia transferência de petróleo no âmbito do embargo da Coreia do Norte (FOTOS)
    Coreia do Sul deve aumentar financiamento para tropas norte-americanas no país
    Tags:
    míssil de cruzeiro, míssil balístico, míssil, Coreia do Norte, Pentágono
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar