15:36 21 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    252
    Nos siga no

    Defesa do Reino Unido pretende diminuir o número de soldados e dar prioridade a investimentos como robôs, drones e avanços cibernéticos para iniciativas militares.

    Neste domingo (21), o secretário de Defesa do Reino Unido, Ben Wallace, disse que estava definindo decisões para um orçamento de Defesa mais ampliado, porém, membros do Partido Trabalhista britânico afirmam que o número de soldados está sendo reduzido, apesar do aumento de ameaças que o Reino Unido enfrenta, segundo a BBC.

    Em 2015, havia 86.080 soldados no Exército Britânico, em janeiro de 2021, é observado um declínio, quando o contingente caiu para 80.010, de acordo com dados fornecidos pelo Ministério da Defesa do país. A ideia, é que esse número desça para menos dez mil, chegando a um total de 70 mil soldados, segundo a mídia.

    A redução mais recente no número de militares poderia ser feita por meio de movimentação "natural", ou seja, aqueles que deixassem o serviço não seriam substituídos por novos recrutas, de acordo com a BBC.

    Após a publicação do documento sobre a revisão integrada de Defesa e política externa do Reino Unido na terça-feira (16), ministros britânicos disseram que grandes mudanças seriam necessárias para criar Forças Armadas mais ágeis. Como parte dessa revisão, o governo aumentou o limite de ogivas nucleares do país de 180 para 260.

    De acordo com as novas diretrizes, haverá dinheiro extra para lutar nos novos domínios do espaço e cibernético e para robôs e drones. A força cibernética nacional será expandida e haverá um novo comando espacial para coordenar as operações espaciais militares e comerciais do Reino Unido, estabelecendo planos para novas capacidades, como guerras eletrônicas e drones. O Ministério da Defesa diz que as tropas estarão melhor equipadas dessa forma, porém, haverá menos delas, segundo a mídia.

    Soldados da artilharia britânica após uma sessão de tiro durante o exercício 'Dynamic Front 18' em Grafenwoehr, sul da Alemanha, em 7 de março de 2021
    © AFP 2021 / Christof Stache
    Soldados da artilharia britânica após uma sessão de tiro durante o exercício 'Dynamic Front 18' em Grafenwoehr, sul da Alemanha, em 7 de março de 2021

    Em novembro de 2019, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, respondeu a perguntas sobre possíveis cortes no número de soldados dizendo que "não vamos cortar nossas Forças Armadas de qualquer forma, vamos manter o seu tamanho". Porém, as prioridades definidas pelo Ministério da Defesa apontam outros caminhos. 

    O governo britânico não estaria sozinho nessa inciativa, já que a China também segue a mesma direção, investindo em robôs e drones para patrulhar suas fronteiras.

    Mais:

    EUA e Reino Unido estariam modernizando defesa antiaérea por causa das últimas armas da Rússia
    Com nova estratégia de defesa, Reino Unido busca recriar o Império, opina especialista
    VÍDEO mostra exato momento de provável meteoro cruzando céu no Reino Unido
    Tags:
    defesa, Reino Unido, exército
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar