23:26 27 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    169
    Nos siga no

    Os mísseis antinavio Joint Strike Missile (JSM, na sigla em inglês), da empresa norueguesa Kongsberg são capazes de alcançar alvos terrestres e navais a uma distância de até 500 quilômetros.

    O lançamento de teste ocorreu em fevereiro, como parte da integração do programa NSM com o caça F-35, em uma cooperação do Escritório Conjunto do Programa F-35 e autoridades norte-americanas.

    "Com este primeiro lançamento aéreo, nós verificamos que o NSM foi lançado de um F-35A de maneira segura. Nós usamos uma aeronave instrumentada para este teste", afirmou o brigadeiro Jarle Nergard, do departamento de F-35 na agência norueguesa de material de defesa.

    A aeronave possui sensores de velocidade, movimento e vibrações, bem como para registrar o tráfego de dados na aeronave e comunicação para o armamento.

    De acordo com Nergard, a aeronave ainda conta com três câmeras dentro do compartimento de bombas e tem um pilone independente para câmeras na asa, com outras três câmeras, para analisar precisamente o que está acontecendo.

    A Kongsberg também desenvolveu um míssil instrumentado para registrar todos seus movimentos, que serão enviados a um computador em terra, segundo o portal Naval News.

    Todos os dados obtidos serão analisados pela equipe norueguesa, bem como pelo esquadrão de testes da Base da Força Aérea de Edwards e pelo Escritório SEEK EAGLE da Força Aérea dos EUA, para aprovar a integração do JSM ao F-35A.

    Os NSM, mísseis antinavio e de ataque terrestre, são desenvolvidos pela empresa norueguesa Kongsberg Defence & Aerospace (KDA). A versão polivalente do NSM está em processo de elaboração. A versão aérea deste míssil foi denominada Joint Strike Missile (JSM) e será integrada ao avião Lockheed Martin F-35 Lightning II Joint Strike Fighter. A empresa também desenvolve mísseis que podem ser lançados a partir de submarinos.

    Mais:

    Com fracasso do F-35, EUA buscam superioridade aérea em 'velho' conhecido, segundo analista militar
    Israel aprova aquisição de caças norte-americanos F-35 e aviões KC-46
    Turquia contrata empresa de lobby dos EUA para reintegrar programa dos caças F-35
    Tags:
    míssil, míssil balístico, míssil teleguiado, míssil hipersônico, F-35, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar