00:24 19 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    10107
    Nos siga no

    Diversas mídias em torno do mundo declararam o caça F-35 como um grande fracasso, ou até mesmo, como um programa morto, contudo, não especificaram os detalhes.

    É por isso que o piloto de F-35, Justin Lee, citado pelo portal Business Insider, decidiu explicar os fatores que contribuíram para marcar o caça norte-americano como um grande fracasso.

    Recentemente, o general Charles Q. Brown Jr., chefe do Estado-Maior da Força Aérea dos EUA, pretendia desenvolver um caça acessível e leve para substituir centenas de caças F-16 e complementar uma pequena frota formada por caças furtivos sofisticados, com algumas capacidades do F-35, porém, a um menor custo.

    Brown chegou a comparar o caça de quinta geração a um Ferrari, afirmando que "você não dirige seu Ferrari para ir trabalhar todos os dias, você apenas o dirige aos domingos. Este é nosso [caça de] 'alta intensidade', nós queremos ter certeza de que não vamos usar isso tudo para combate de baixa intensidade".

    Com isso, ele deixou claro que a aeronave não está pronta para ser usada em todas as missões, onde teria um alto custo e baixo desempenho.

    Desta forma, Justin Lee explica que o F-35 pode ser usado de outra maneira, como no fornecimento de algumas tecnologias, ou em determinadas missões, não sendo um caso totalmente perdido, contudo, os novos caças F-15EX deverão surgir na Força Aérea dos EUA, para fazerem o que o F-35 não consegue.

    O programa F-35, concebido para criar uma aeronave de combate de quinta geração, começou em 2001. Desde então, apresentou gastos de aproximadamente US$ 398 bilhões (R$ 2,1 trilhões).

    Mais:

    Com motores superaquecendo, caças F-35 dos EUA têm voos de apresentação reduzidos, diz mídia
    Com fracasso do F-35, EUA buscam superioridade aérea em 'velho' conhecido, segundo analista militar
    Israel aprova aquisição de caças norte-americanos F-35 e aviões KC-46
    Tags:
    eua, EUA, avião de assalto, avião de combate, avião de ataque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar