20:29 12 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 54
    Nos siga no

    Exército dos EUA aprovou a utilização do míssil israelense Spike fora da linha de visão (NLOS, na sigla em inglês) como uma arma de longo alcance provisória para o seu helicóptero AH-64 Apache.

    A entidade militar dos EUA confirmou a sua confiança no míssil após um teste de lançamento da arma no âmbito do qual foi atingido com sucesso um barco estacionário de um helicóptero Apache que se encontrava a 32 quilômetros de distância do alvo.

    No entanto, conforme informa o Exército dos EUA, o segundo teste de lançamento, que incluiria um ataque a um alvo em movimento, foi cancelado devido a condições climáticas.

    "A arma pode atacar alvos a uma distância quatro vezes superior em comparação à atual munição usada pelos helicópteros Apache", afirmou Exército dos EUA em comunicado.

    Força Aérea dos EUA liberou uma fotografia de um helicóptero AH-64 munido com dois mísseis Spike NLOS para realização de um teste de alcance máximo de 32 km contra um alvo aquático em base de Eglin, em fevereiro.

    Além disso, Exército americano precisa de mísseis lançados do ar de maior alcance para manter as suas aeronaves fora de alcance das armas terra-ar dos adversários, tais como o sistema antiaéreo russo Pantsir-S1, aponta portal Fightglobal.

    O Exército dos EUA, bem como outros ramos do serviço militar do país, está mudando o seu foco para o Pacífico Ocidental a fim de deter e combater uma possível agressão militar chinesa.

    Em um possível conflito armado, helicópteros poderiam ser utilizados na estratégia militar de leapfrogging (pulo de sapo), que consiste em contornar as ilhas inimigas altamente fortificadas em vez de tentar capturar cada ilha no caminho do alvo final.

    No início de março, uma fonte militar informou à Sputnik que os sistemas de defesa antiaérea Pantsir-S e Buk-M2 repeliram com sucesso ataque da Força Aérea de Israel na Síria.

    Mais:

    Taiwan reforça presença militar no mar do Sul da China temendo 'ataque' de Pequim
    Especialista militar russo explica fracasso do desenvolvimento do caça F-35 dos EUA
    Apresentado projeto do novo canhão Sky Viper dos EUA para armar futuros helicópteros (FOTO)
    Tags:
    tensão militar, China, Força Aérea dos EUA, tecnologia militar, Pantsir S-1, míssil antitanque spike
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar