15:52 18 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    245
    Nos siga no

    As Forças Armadas do Japão vão implantar mais sistemas de guerra eletrônica para neutralizar navios e aeronaves chineses, segundo o jornal Sankei.

    Atualmente, as tropas japonesas possuem apenas um destacamento na ilha de Hokkaido, a mais setentrional do país.

    De acordo com o jornal Sankei, o Ministério da Defesa enviou nesta quinta-feira (18) uma unidade com 80 militares para a região de Kumamoto, no extremo sul da ilha de Kyushu, e dentro de um ano, planeja implantar outra unidade em Tóquio.

    Uma segunda linha com destacamentos na ilha de Yonaguni, na fronteira com a China, e em Tsushima, estará em operação em março de 2024, conforme os planos do Exército japonês.

    O Japão e a China disputam as ilhas Senkaku no mar da China Oriental desde os anos 1970.

    Tóquio alega que as ilhas fazem parte de seu território desde 1895 e que antes não pertenciam a ninguém.

    Por sua vez, Pequim afirma que os mapas japoneses de 1783 e 1785 identificavam o arquipélago como território chinês e que, há 600 anos, ele já pertencia ao Império Chinês.

    Em 1972, os EUA, que assumiram o controle das ilhas após a Segunda Guerra Mundial, entregaram as ilhas ao Japão. Tóquio atribui as reivindicações chinesas à descoberta de importantes reservas de petróleo e gás na região.

    Mais:

    Japão aumenta proteção de aviões norte-americanos no Pacífico
    Japão realiza exercícios navais com França e EUA no mar da China Oriental
    Japão vai gastar quase US$ 2 bilhões para hospedar tropas norte-americanas em seu território
    Tags:
    guerra eletrônica, disputa territorial, territórios disputados, território, China, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar