18:19 18 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    1271
    Nos siga no

    O Exército de Libertação Popular da China (ELP) iniciou a substituição gradual de sua frota de caças J-7 por aeronaves de última geração.

    Os caças J-7 da brigada de aviação integrada no Comando do Teatro de Operações Oeste da Força Aérea conduziram recentemente uma série de exercícios de combate.

    A unidade aérea deve receber proximamente novas aeronaves para substituir os J-7, segundo a Televisão Central da China (CCTV, na sigla em inglês), citada pelo jornal Global Times. 

    O caça J-7 possui um teto operacional de mais de 20 mil metros e uma velocidade de Mach 2, tendo sido a aeronave chinesa de maior alcance e velocidade desde os anos 1960 até os anos 1990.

    Caça J-15 pousado no convés de voo do porta-aviões chinês Liaoning
    © CC0
    Caça J-15 pousado no convés de voo do porta-aviões chinês Liaoning

    O caça passou ao longo dos anos por uma série de modificações e atualizações. Com isso, a China obteve experiência e teria desenvolvido versões como o caça de treinamento JL-9, segundo o Global Times.

    De acordo com o jornal chinês, a Força Aérea está atualmente comissionando um grande número de caças de terceira geração, incluindo o J-10, J-11 e J-16, bem como os caças de quarta geração J-20.

    Recentemente, Pequim anunciou que planeja elevar o orçamento de defesa em 6,8% em 2021, bem como efetuar uma modernização acelerada de armas e equipamentos, que envolve a substituição dos caças J-7 por aeronaves de última geração.

    Mais:

    China planeja criar caça com inteligência artificial para elevar a capacidade de combate dos pilotos
    Por que China tem tido dificuldade em desenvolver caças furtivos?
    Caça chinês J-11 surge em FOTO com míssil desconhecido
    Tags:
    avião de ataque, avião de combate, avião de assalto, China, Força Aérea
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar