15:22 21 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    2361
    Nos siga no

    A Marinha do Exército de Libertação Popular (ELP) da China comissionou recentemente seu segundo destróier de dez toneladas da classe Type 055, após a primeira embarcação da classe ter entrado em serviço em 2020.

    Conforme revelado pela Televisão Central da China (CCTV, na sigla em inglês) no domingo (7), a comissão de destróieres de mísseis da classe Type 055, considerados uns dos melhores navios de guerra do mundo, marca desenvolvimento estratégico da Marinha do ELP, o que deverá facilitar suas forças em defender a soberania, integridade territorial, e desenvolvimento de interesses da China, conforme informa o Global Times.

    O destróier impressionante da classe Type 055 foi chamado de Lhasa, capital da região autônoma do Tibete, no sudoeste da China, e apareceu pela primeira vez na base naval de Qingdao, na província de Shandong, no leste da China, reportou a CCTV no domingo (7). Deste modo, é provável que o navio de guerra esteja afiliado ao Comando de Teatro Norte da Marinha do ELP chinês, de acordo com um portal de notícias de Xangai.

    Li Jie, especialista em Marinha chinesa, contou ao Global Times que os destróieres da classe Type 055 deverão acompanhar porta-aviões e atuar como escoltas poderosas, ou podem também realizar tarefas em grupo sem porta-aviões, conduzindo variados tipos de missões.

    No momento, a China opera dois porta-aviões, o Liaoning e o Shandong, sendo que um terceiro ainda se encontra em construção, sendo, assim, os destróieres da classe Type 055 necessários para formar grupos de combate, informa o analista. Outros seis destróieres da classe Type 055 estão sendo construídos ou testados no mar, e devem vir a ser comissionados em um ou dois anos, de acordo com o padrão de construção de navios de guerra.

    De mais de 12 toneladas, o Type 055 é um destróier de mísseis guiados de 180 metros de comprimento e 22 metros de largura, possuindo cerca de 112 lançadores de mísseis verticais, capazes de lançar combinações de mísseis superfície-ar, antinavio, de ataque terrestre, e antissubmarino.

    A poderosa embarcação também deverá ser capaz de lidar com aeronaves furtivas e satélites de baixa órbita terrestre, graças ao seu duplo sistema de radar, informa a CCTV, citada pelo Global Times.

    Mais:

    EUA: navio de guerra da Alemanha está no mar do Sul da China para assegurar 'liberdade de navegação'
    China revela sistema de defesa aérea de última geração (VÍDEO, FOTOS)
    Ministério da Defesa alemão vê China e Rússia como ameaças crescentes
    Tags:
    ELP, Marinha, aintimísseis, destróier, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar