15:50 18 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 120
    Nos siga no

    O exercício simultâneo em três polígonos contou com o apoio aéreo de helicópteros de ataque Kamov Ka-52, a participação de 1.200 militares e 300 equipamentos.

    Unidades de artilharia russas realizaram um exercício de fogo combinado de diferentes sistemas de artilharia e lança-mísseis, coordenado com drones de reconhecimento Orlan, em três campos de treinamento no Extremo Oriente da Rússia, informou o Ministério da Defesa.

    Durante o treinamento, canhões autopropulsados de 152 milímetros 2S5 Giatsint-S, morteiros autopropulsados de 240 milímetros 2S4 Tyulpan e obuseiros autopropulsados de 152 milímetros 2S3 Akatsiya destruíram veículos blindados de um "inimigo" em ofensiva, simulados por alvos de tamanho real.

    Os alvos, que estavam localizados nas encostas opostas das colinas e eram inacessíveis ao fogo direto, foram atingidos por morteiros Tyulpan.

    Além disso, unidades de lançadores múltiplos de foguetes Uragan e Grad lançaram um ataque contra alvos e material bélico de importância "crítica" do adversário simulado, a distâncias de mais de 20 quilômetros. Os operadores dos lançadores precisaram de apenas um minuto para disparar contra o "inimigo" várias dezenas de foguetes.

    O ataque foi dirigido e guiado por drones de reconhecimento Orlan-10 que ajustavam o fogo a partir de altitudes de mais de 1.000 metros.

    As manobras contaram com o apoio aéreo de cerca de dez helicópteros de ataque Kamov Ka-52 Alligator, que lançaram foguetes durante o ataque.

    Mais:

    Projétil guiado de artilharia russo mostra eficácia na Síria (VÍDEO)
    'Carrossel de artilharia': sistemas russos Grad e Uragan destroem 'inimigo' (VÍDEO)
    Militares russos recebem 1º lote de artilharia autopropulsada modernizada MSTA-S
    Tags:
    Rússia, tanques, tanque, veículo blindado, obuseiro, artilharia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar